Acismo e Facisc definem data para debate com candidatos à majoritária
Evento, que integra o Projeto Voz Única, será dia 15 de setembro.

22/07/2016 - 18h32

O levantamento das demandas e necessidades da classe empresarial serão compiladas em uma cartilha, afim de facilitar o direcionamento dos investimentos e das gestões dos municípios

A Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) e a Associação Empresarial de São Miguel do Oeste (Acismo), com o apoio do  Núcleo de Jovens Empreendedores (Jesmo) da Acismo, realizam, no dia 15 de setembro, o evento Voz Única, projeto que reúne os candidatos a prefeito e vice-prefeito de São Miguel do Oeste.

O Projeto Voz Única busca unificar a voz da classe empresarial em torno das questões e bandeiras em prol do desenvolvimento econômico. “O objetivo é levantar as reais necessidades e os entraves ao desenvolvimento econômico dos municípios, estado e País sob a ótica empresarial, para subsidiar os planos de ação de nossos governantes”, ressaltou o presidente da Acismo, Cesar Signor.

A partir das informações será gerada uma cartilha, que depois será apresentada e discutida com os políticos. Esse material também servirá como instrumento de informação e consulta à sociedade, reforçar e ampliar o posicionamento e as bandeiras defendidas pelas ACIs e Facisc e auxílio aos eleitores para conhecerem os pleitos de cada município.

Essas ações e atitudes serão levantadas pelo Jesmo, nas áreas de infraestrutura, economia, saúde, educação, segurança pública e outros temas de interesse geral, com o objetivo de auxiliar os governantes na elaboração de seus planos de governo sob a ótica empresarial.

Para o coordenador do Projeto Voz Única na Acismo, Tailan Frey, essa é oportunidade de apresentar as principais demandas de cada município aos postulantes aos cargos públicos e, posteriormente, uma ferramenta de cobrança. “A cartilha irá apresentar as demandas e mazelas que afligem o setor empresarial e, consequentemente, a comunidade”, acrescentou ele.

Ele emendou ainda, que a cartilha é uma ferramenta importante para a unificação dos pedidos dos empresários e sociedade. “Com um documento assim, discutido e compilado em parceria com os empresários e comunidade, fica mais fácil para os administradores seguirem o rumo certo para a busca do crescimento e do desenvolvimento dos municípios”, disse ele.


  • por
  • Kia Chavious



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook

SIGA-NOS