ASME/UNOESC vence de virada, reverte vantagem da ADESP e joga por um empate para ir às semifinais

Fotos: Gustavo Probst

Fotos: Gustavo Probst

06/07/2016 - 23h04

Uma vitória com "V" maiúsculo. Assim podemos definir o excelente resultado obtido pela ASME/UNOESC na noite desta quarta-feira (06), em jogo contra a ADESP, válido pelas quartas de final do Campeonato Estadual organizado pela Liga Catarinense de Futsal, disputado no ginásio municipal de esportes, em São Miguel do Oeste, diante de muito bom público. Ao aplicar 6 a 5, a equipe migueloestina reverte a vantagem do adversário e na partida da volta, em princípio marcada para domingo (10), em Pinhalzinho jogará por um empate para ir às semifinais.

A parada, como se esperava, foi duríssima. A ADESP mostrou porque foi dona da segunda melhor campanha da fase de classificação. Teve um início de partida eletrizante. Eram decorridos epenas 1min50s e o time de Pinhalzinho já vencia por 2 a 0, com gols de Andy e Rossetto. A ASME só foi equilibrar o jogo a partir do quinto minuto. Após quatro boas chances, através de Índio e Bedin, o time do técnico Feio conseguiu marcar. Aos 7min35s, Gabi levou a melhor numa dividida e com o gol escancarado não teve trabalho para diminuir o placar: 1 x 2.

O gol motivou os donos da casa. Mas o time que iniciou bastante apático e vivia bom momento em quadra,  mais uma vez falhou. Eram 13min29s, a ASME errou numa saída de bola e o experiente pivô Andy, só com o goleiro a sua frente, mandou para a rede: 1 x 3 para a ADESP.

Mas a história da partida ganhou novos capítulos a partir dos 14min30s. Bedin fez uma grande jogada pela direita e com extrema categoria, na saída do goleiro, diminuiu para 2 x 3. E ainda na primeira etapa a ASME chegou a igualdade. O ginásio explodiu de alegria aos 18min30s. Numa belo contra-ataque, Bedin lançou Gabi que não teve dificuldade para colocar 3 a 3 no placar.

Os cochilos da ASME, no início do jogo, foram cometidos pela ADESP no começo do segundo tempo. A 1min33s, Morretto antecipou-se numa saída de bola errada do adversário. O goleiro estava na ala. O bom ala migueloetino fez a torcida gritar de alegria quando mandou a bola para a rede para virar para 4  a 3 para a ASME. Dois minutos depois, contra-ataque fulminante da Associação. Bedin recebeu de Moretto e mais uma vez usou de muita categoria par ampliar para 5 a 3.

Ali a ASME começava a encaminhar sua vitória. Não sem antes levar mais um susto. Aos 4min40s, Andy recebeu no fundo da quadra e cruzou. No segundo pau entrava Pi para diminuir para a ADESP: 5 a 4. O jogo ficou aberto. Mas em nova falha dos pinhalenses, a equipe de São Miguel voltou a marcar. Macedo cobrou escanteio em direção ao meio da área. A zaga na tentativa de aliviar mandou contra suas próprias redes: ASME 6 x 4.

Nos últimos quatro minutos a ADESP usou o goleiro-linha. Mas a tentativa não deu em nada, porque a marcação exercida pela ASME foi perfeita. Os visitantes ainda descontaram, aos 19min59s,  novamente através de Andy. Mas não tinha tempo para mais nada. Vitória sensacional, com garra e determinação, marcas que consagraram o futsal de São Miguel do Oeste.


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook