Através de nota, polícia diz que trabalha para esclarecer assassinato de advogado

Foto Folha do Oeste

Foto Folha do Oeste

13/09/2018 - 20h18

O assassinato do advogado Joacir Montagna, de Guaraciaba, completou um mês nesta quinta-feira (13). Ele foi morto dentro de seu próprio escritório com um tiro à queima roupa na cabeça. O crime foi praticado por dois homens, que chegaram de moto. Enquanto um deles ficou do lado de fora, o outro, portando um arma de fogo, adentrou o recinto, invadiu o local de trabalho do advogado e sem nenhum constrangimento fez o disparo fatal.

Na sequência embarcaram novamente na moto e fugiram para lugar ignorado. As forças de segurança seguem com as investigações. Inclusive surgiram boatos de que os criminosos teriam sido identificados. Nesta quinta-feira, as autoridades policiais divulgaram nota oficial em que informam que as investigações estão sendo realizadas em absoluto sigilo.

CONFIRA A ÍNTEGRA DA NOTA DA POLÍCIA CIVIL:

A Polícia Civil informa que vem trabalhando com afinco desde o momento em que tomou conhecimento do graves fatos que ensejaram a morte do advogado Joacir Montagna, ocorrido no dia 13 de agosto de 2018 na cidade de Guaraciaba.

As investigações estão em absoluto sigilo, a fim de não causar prejuízo aos trabalhos apuratórios.

A Polícia Civil ressalta que será dada resposta a altura e prestará as informações devidas no momento oportuno, razão pela qual, solicitamos compreensão.

A Sociedade de Guaraciaba e região poderá colaborar com as investigações, realizando denúncias via Whatsapp (49) 9 9915-2018.


  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • Polícia Civil



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook