Candidatos ao governo recebem carta com reivindicações da FIESC

Foto: Marco Favero /DC

Foto: Marco Favero /DC

21/08/2018 - 11h09

Os candidatos ao governo de Santa Catarina, Décio Lima, do PT, Gelson Merisio, PSD, e Mauro Mariani, do MDB, assinaram, na noite desta segunda-feira, 20, a "Carta da Indústria", elaborada pela Federação do Setor no Estado, a Fiesc.

Com o ato simbólico, na sede da entidade, os concorrentes assumiram compromisso com as metas e propostas do documento, que consolida as principais demandas da área para os próximos quatro anos.

A indústria representa 28,7% da movimentação econômica catarinense e tem 51 mil estabelecimentos, que empregam 34% da força de trabalho estadual.

A carta é resultado de uma ampla consulta ao setor, por meio do Programa de Desenvolvimento Industrial Catarinense da Agenda de Desenvolvimento Regional e por pesquisa específica, com a participação de industriais e trabalhadores.

Além dos temas macroeconômicos defendidos continuamente na pauta do país pela Confederação Nacional da Indústria, os itens que norteiam o planejamento da área no estado são educação, capital humano, inovação e empreendedorismo, infraestrutura, saúde e segurança, internacionalização das empresas, investimentos e políticas públicas para desenvolvimento do mercado.

Entre os principais pontos da publicação estão as sugestões de não elevar o nível atual do ICMS e de reduzir a alíquota industrial do imposto; aumentar em 3% ao ano a taxa de crescimento das exportações catarinenses para Mercosul, União Europeia e Ásia; e obras, melhorias, projetos e investimentos em portos, aeroportos, rodovias, ferrovias e na cabotagem, navegação costeira entre portos do mesmo país.


  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • Diário Catarinense



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook

SIGA-NOS