Deputado estadual Leonel Pavan está em coma induzido e respira por aparelhos, diz médico

14/05/2018 - 21h47

O deputado estadual e ex-governador de Santa Catarina Leonel Pavan (PSDB), de 64 anos, que sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral) nesta segunda-feira (14), está em coma induzido, respira por aparelhos e deve ficar internado pelo menos 20 dias, segundo o médico Sérgio Malburg, presidente da Unimed Litoral. O paciente está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O estado de saúde é grave, mas estável, informou Malburg no final da tarde desta segunda. Ele contou que Pavan estava com dores de cabeça e com quadro de desorientação quando chegou ao Hospital da Unimed de Balneário Camboriú, no Litoral Norte, e fez exames para ver quais vasos estavam sangrando.

O coma induzido é um procedimento comum, explicou o médico. “Isso já uma forma, um primeiro tratamento que se faz, com o objetivo de reduzir esse edema cerebral, que ocorre nas primeiras horas, e que causarão lá na frente uma melhora mais ou menos rápida, dependendo dessa intervenção que foi feita imediata, que é a sedação", disse.

Pavan sentiu dores na nuca durante uma sessão de pilates na parte da manhã, e buscou atendimento médico. Na unidade hospitalar, foi confirmado o rompimento de uma artéria na região da meninge. Ainda não é possível saber quando o deputado terá alta.

“Antes de 10 dias não teremos uma resposta exata. Eu diria que é uma internação longa, algo em torno de uns 20 dias, pelo menos. Mas, daqui a uma semana, 10 dias, nós já conseguiremos dar um prognóstico melhor, como ele está, como vai ficar, e quantos dias mais vai precisar ficar dentro do hospital”, disse o médico.


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook