DOENÇAS RELACIONADAS AO TRABALHO

04/06/2018 - 12h12

Lesões, condições de saúde ou doenças causadas devido ao exercício profissional são cada vez mais comuns, embora muitos recursos sejam investidos na precaução desses problemas. Apesar de relacionadas, as doenças do trabalho e as doenças ocupacionais têm origens diferentes e demandam ações diversificadas para sua prevenção.

1. O que é uma doença ocupacional?

Também chamada de doença profissional. São aquelas caracterizadas por serem invariavelmente causadas pelas características da profissão exercida pelo trabalhador. São produzidas ou desencadeadas pelo exercício do trabalho peculiar a determinada atividade e constante da respectiva relação elaborada pelo Ministério do Trabalho e da Previdência Social.

2. Como o trabalhador adquire a doença ocupacional?

Na maioria das vezes, esse grupo de doenças é adquirido à medida que o funcionário é exposto a agentes químicos, biológicos e físicos (segundo NR9), acima dos limites permitidos e sem proteção. Quando os limites permitidos por lei são ultrapassados, ou a proteção fornecida não é suficiente para o risco envolvido, a possibilidade de uma lesão ou doença desse tipo aumenta consideravelmente.

3. O que fazer para combater doenças ocupacionais?

Muitas dessas doenças são de difícil tratamento, incapacitantes ou podem provocar até mesmo a morte. Portanto, a melhor forma de combater o problema é a prevenção.

A certificação de que a exposição a agentes nocivos está dentro dos limites estabelecidos, o fornecimento de equipamentos de proteção coletiva e individual, bem como constantes treinamentos para aumentar a conscientização sobre a importância de usá-los são fundamentais para evitá-las e para promover o bem-estar dos empregados.

4. O que é uma doença do trabalho?

As doenças do trabalho ocorrem quando o funcionário é exposto a fatores ambientais que não são comuns a outros profissionais que exercem a mesma função. É aquela adquirida ou desencadeada em função de condições especiais em que a atividade é realizada e com ela se relacione diretamente.

5. Como o trabalhador adquire uma doença do trabalho?

Normalmente, isso acontece porque o local é inadequado para a atividade laboral ou porque a proteção fornecida é insuficiente. Mobília incompatível, acessos perigosos ou desprotegidos, falta de isolamento acústico ou térmico em situações em que seriam possíveis, são vilões que ocasionam muitos desses problemas. 

6. Como prevenir as doenças do trabalho?

A vantagem é que interferências e adequações no ambiente, o fornecimento e o estímulo ao uso das ferramentas de proteção podem evitar a maioria dos casos.

Vale lembrar que, tanto na incidência de doenças ocupacionais quanto de doenças do trabalho, o colaborador é assistido como alguém que sofreu um acidente de trabalho, tendo seus direitos devidamente assegurados.

Portanto, para evitar esses problemas, vale a pena investir em um ambiente seguro, no fornecimento de equipamentos de segurança e, principalmente, na capacitação do colaborador para executar seu trabalho da forma mais segura possível. Afinal, evitar doenças do trabalho e ocupacionais promove o bem-estar do funcionário e isso, além do fator humano, é uma garantia de alta produtividade e engajamento no sucesso da empresa.

banner responsivo

  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • Dr. Mauro Primo Delanoy – Médico do Trabalho do HRTGB/SESI.



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook