Educação Postural: Conheça seus benefícios

15/06/2018 - 12h42

Manter uma postura correta nas atividades diárias e no trabalho é imprescindível na prevenção de problemas diversos. Um corpo alinhado dificilmente será acometido por dores ou disfunções. Por isso, é importante estimular desde a infância uma boa postura, pois é nesta fase da vida que se iniciam os bons hábitos. O ideal é ensinar às crianças a maneira correta de se locomover ou até mesmo como permanecer em uma mesma posição seja ela sentada, deitada ou em pé.

Manter uma boa postura vale para tudo, a maneira como nos sentamos; como dormimos; caminhamos e trabalhamos. Ao sentar, o correto é manter os ombros retos, os pés fixos no chão e se estiver realizando alguma tarefa em frente à mesa, é indicado que os cotovelos fiquem apoiados. Se a tarefa exigir esforço ou movimentos repetitivos é indicado levantar e caminhar, fazendo pausas sempre que possível. Ao realizar uma tarefa em pé, que irá demorar, pode-se utilizar de uma cadeira ou banquinho para apoiar a perna, desta forma irá reduzir o incômodo na coluna e nos membros inferiores.

É preciso tomar cuidado também ao deitar, evitando jogar as costas para trás, com os pés ainda no chão. O ideal é sempre deitar de lado, utilizando almofadas ou travesseiros nas pernas flexionadas. Com a barriga para cima, a almofada pode ficar atrás dos joelhos e é importante lembrar sempre de usar um travesseiro para a cabeça.

Os vícios posturais ou doenças que causam posturas inadequadas, quando não tratados, poderão promover processos degenerativos articulares, erosões ósseas e dor crônica. As contraturas musculares, pontos-gatilho, déficit de equilíbrio e propriocepção são outros problemas que surgirão a partir da postura corporal incorreta.  

O exercício físico é um aliado para a prevenção das dores que acometem a coluna, além de diminuir as limitações funcionais e melhorar a qualidade de vida. Pode ser praticado em todas as idades e são diversos os tipos de exercícios que podem ser realizados.

Os cuidados relacionados à coluna e a prática de atividade física devem ser orientandos por um profissional capacitado, independente da idade, evitando assim danos ou novas lesões. 

banner responsivo

  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • Ana Paula Kojoroski - Fisioterapeuta do HRTGB - CREFITO 155132-F



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook