Estelionatários e curandeiros que aplicavam golpe em Guaraciaba e Descanso são presos

01/09/2017 - 23h31

A Polícia Civil de Guaraciaba, com apoio da Polícia Militar, efetuou a prisão em flagrante delito de dois homens, R.C.B. de 48 anos e V.M. de 53 anos de idade, em face dos crimes de curandeirismo e estelionato.

Os autores desenvolviam suas atividades na cidade de Guaraciaba e também na Comarca de Descanso, onde há um Inquérito Policial para apurar os fatos.

No município de Guaraciaba os autores atendiam no hotel da cidade, onde recebiam as pessoas e as orientavam acerca do tratamento, ocasião em que cobravam determinados valores conforme o tratamento efetivado.

Na data de hoje (1º), os autores atenderam uma cadeirante afirmando para a genitora dela que ela voltaria a andar. A genitora teve que pagar R$ 1.200,00 e, como a vítima não conseguiu andar, eles cobraram mais R$ 4.000,00 para completar o “serviço”. No entanto, as vítimas procuraram a Polícia Civil, ocasião em que os autores foram presos enquanto aguardavam o recebimento dos R$ 4.000,00 no hotel.

Ainda foi inquirido outra vítima que disse que os autores cobraram R$ 2.700,00 para “abrir o caminho” para que ele encontrasse a “mina de ouro”. Felizmente quando essa vítima foi levar o dinheiro para os autores, estes tinham sido presos recentemente, evitando, assim, a entrega do dinheiro.

Depreende-se que os autores agiam em conluio e exploravam a humildade e as doenças, criando nas pessoas expectativas de curas e riquezas. Ou seja, usavam das doenças das pessoas visando sempre lucrar em detrimento alheio.

Em que pese a prisão, há ainda outras diligências a serem efetuadas, haja vista que podem existir outras vítimas. Por isso, a Polícia Civil solicita àqueles que foram vítima que procurem a Delegacia de Guaraciaba ou de Descanso, conforme o local em que foram atendidas.

Impende mencionar ainda que com os autores foram apreendidos dinheiro e outros produtos usados para ludibriar as vítimas em seus tratamento.


  • por
  • Kia Chavious



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook