Fase Oeste do Estadual de Amadores será disputado por 18 clubes
Com a ausência de times do Meio Oeste e do Vale do Rio do Peixe, campeonato continua sendo regionalizado

Todos os 18 times inscritos estiveram representados no Congresso Técnico

Todos os 18 times inscritos estiveram representados no Congresso Técnico

06/06/2018 - 11h42

Nesta terça-feira (05) ocorreu nas dependências da Câmara de Vereadores, de Maravilha, o congresso técnico da fase Oeste do Estadual de Amadores. Compareceram e confirmaram inscrição 18 clubes. O campeonato pelo 9º ano consecutivo é organizado pela Liga Esportiva Oeste Catarinense (LEOC).

A competição reunirá somente equipes de Chapecó até a microrregião de fronteira. De Chapecó pra lá ninguém, nem mesmo o Xanxerê. Comentava-se antes que Fraiburgo, Curitibanos, Campos Novos, Xaxim e Lindóia entre outros disputariam a fase Oeste. Porém isso não aconteceu.

Destaque, mais uma vez para o Extremo Oeste. Dionisio, Guarujá, Cedro, Princesa, São Miguel, Descanso, Iporã, Tunápolis, São João e Itapiranga estão dentro. As novidades em 2018 são Princesa, Belvedere de Chapecó, Guarani de Maravilha, Aliança de São João, Águas Frias e o União Cedrense.

Chama a atenção a ausência do multicampeão Ypiranga, do Cedro. Maravilha terá dois representantes: Guarani e CRM. Já São Carlos, que caiu na chave do Guarani de São Miguel do Oeste, das equipes da AFA e Metropol formou apenas uma equipe. A fase Oeste do Estadual de Amadores deve iniciar dia 24 de junho, com término previsto para outubro.

Confira a composição das chaves:

A – União Cedrense, Princesa, Grêmio Guarujá e Aliança de São João;
B – Ginástica de Riqueza, Belvedere de Chapecó, AJAP de Pinhalzinho e Ouro Verde de Descanso;
C – Guarani de Maravilha, Guarani de São Miguel do Oeste, Grêmio União de Iporã, AFA/Metropol de São Carlos e Grêmio Tunense de Tunápolis;
D – Águas Fritas, CRM de Maravilha, São Lourenço, Dionísio Cerqueira e Cometa de Itapiranga.

São quatro chaves, sendo duas com quatro clubes e duas com cinco times. A primeira fase será disputada em turno e returno. Os primeiros colocados avançam direto para as quartas de final. Os outros quatro classificados sairão dos confrontos eliminatórios entre os segundos e terceiros colocados. O dirigente também informou que o campeonato deste ano distribuirá premiação em dinheiro, com R$ 5 mil para o campeão e R$ 4 mil para o vice-campeão. 

Os árbitros para atuar na fase Oeste terão que ser federados por exigência da FCF e desde que tenham se submetido aos testes físicos e técnicos aplicados pela federação.

Para a primeira rodada os jogadores deverão ter seu vínculo registrado na Federação Catarinense de Futebol. Já para a 2ª rodada, dia 1º de julho, somente terão condições de jogo os atletas que tiveram seus nomes publicados no BID da CBF. Outra decisão importante tomada no congresso técnico, é que após as quartas de final os cartões serão zerados.

Também foram debatidas questões relacionadas a segurança nos estádios, que deverá ser feita pela Polícia Militar ou por profissionais de empresas de segurança.

Para a primeira, segunda e terceira fase, o valor do ingresso foi fixado em R$ 10,00. Para as etapas semifinal e final o valor aumenta para R$ 15,00.

Em relação a fase estadual do Campeonato de Futebol Não Profissional, o presidente da LEOC, Ângelo Rudimar Bechi, disse que não tem nada definido. A Liga de Joaçaba sugeriu que os jogos sejam de ida e volta e não no formato de torneio, num único final de semana, como vem sendo feito nos últimos anos.  


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook