Governo não cumpre acordo e deixa caminhoneiros revoltados

08/06/2018 - 10h46

Ainda na manhã desta sexta-feira (08) começou a circular através do WhatsApp informações de que os caminhoneiros podem entrar em greve novamente nos próximos dias. O motivo seria a quebra por parte do governo do acordo com os caminhoneiros, ao rebaixar a tabela do piso do frete.


A formulação da tabela dos fretes fez parte do acordo entre o governo e as lideranças de caminhoneiros para por fim à greve da categoria. A paralisação durou 11 dias e gerou uma crise no abastecimento em todo o país.


Postos de combustíveis ficaram sem gasolina, diversos produtos não chegaram aos mercados, faltou gás de cozinha em várias cidades e também faltou querosene, em diversos aeroportos.


O governo propôs aos caminhoneiros, além da tabela, a redução de R$ 0,46 no litro do óleo diesel e a isenção de pagamento de pedágios para os eixos suspensos.


  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • G1/JR



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook