Mestrado em Biociências e Saúde lança livro com indicadores de saúde e de mortes na região Oeste

Livro traz o mapeamento das principais causas de doenças e de morte que acometeram a população das cinco regiões de saúde do Oeste de Santa Catarina

Livro traz o mapeamento das principais causas de doenças e de morte que acometeram a população das cinco regiões de saúde do Oeste de Santa Catarina

30/10/2017 - 17h26

Buscando conhecer a realidade das condições de saúde da população em sua região de abrangência, o Programa de Mestrado em Biociências e Saúde da Unoesc, realizou o mapeamento dos últimos sete anos das principais causas de doenças e de morte que acometeram a população das cinco regiões de saúde do Oeste de Santa Catarina e transformou os dados dessas pesquisas em um livro. A obra foi lançada na quinta-feira, 25, durante o encontro alusivo ao Dia “C” da Ciência realizado no auditório da Saúde no campus 2.

Segundo o professor doutor e coordenador da pesquisa Jovani Antônio Steffani, o objetivo de mapear algumas características relativas às condições de vida e de saúde da população se configura como etapa fundamental para poder contribuir com a proposição de políticas públicas e formas de atenção à saúde por meio da pesquisa científica e tecnológica capazes de melhorar as condições reais de saúde da população estudada.

Estiveram presentes no lançamento, além da comunidade acadêmica, o diretor de Pesquisa Pós-Graduação e Extensão Júlio Lyra; o secretário geral da Rede Internacional de Motricidade Humana, professor doutor Rudy Jose Nodari Junior; a professora Mestre Gracielle Fin, o professor doutor Élcio Luiz Bonamigo; o professor Mestre Roni Edson Fabro; o presidente do Conselho Municipal de Saúde de Joaçaba, Jair Schüler e o vereador Sérgio Favretto.

O livro foi organizado pelo coordenador do Mestrado em Biociências e Saúde, professor doutor Jovani Antônio Steffani e pela mestranda Tuani Eichwald. As pesquisas que nortearam a produção, envolveram os 30 municípios da região Extremo-oeste, os 26 municípios da região Oeste, os 21 municípios da região de Xanxerê, os 13 municípios da região do alto Uruguai e os 20 municípios da região Meio-oeste, envolvendo um total de 110 municípios e mais de um milhão de pessoas.

 — Outro objetivo da produção do livro foi servir de via de disseminação de algumas informações, traduzindo alguns indicadores de saúde e doença em linguagem mais simples e graficamente visual para que possam servir como fonte de consulta a todos os cidadãos, independentemente de sua formação e também aos profissionais e gestores da área da saúde —  explicou o pesquisador doutor Jovani.

 Além das informações relacionadas ao processo de saúde e doença, são apresentados no livro, dados sobre a população estimada, o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), o Produto Interno bruto (PIB), a renda, a estimativa de vida e as despesas públicas em saúde de cada município envolvido.

  —   Não haveria momento mais oportuno e simbólico para o lançamento desta obra do que o Dia “C” da Ciência, que busca justamente levar à população dados mais palpáveis e compreensíveis dos resultados das pesquisas. Neste caso, as que dizem respeito à saúde —   reiterou o cientista.


  • por
  • Kia Chavious
  • FONTE
  • Ascom/Unoesc



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook