Obras do Fundam são entregues em Descanso

11/04/2018 - 14h54

Mais de 18 mil metros quadrados de calçamento em ruas da cidade de Descanso foram entregues nesta terça-feira, 10. As obras tiveram o investimento de R$ 1,4 milhão do Governo do Estado por meio do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam). Foram atendidas as Ruas Humberto de Campos, 15 de Novembro e trecho da Santo Estanislau.

O convênio do Fundam foi assinado ainda em 2014, mas as obras começaram em 2017. As administrações de Descanso tiveram que regularizar os projetos, incluindo licença ambiental e compensando as árvores cortadas em uma das ruas. O plantio de 332 plantas foi feito em uma área da prefeitura. Houve ainda readequação do projeto de drenagem, projeto e mudança de local de parte da rede de energia elétrica, além de reunião com as famílias para definição das responsabilidades financeiras.

A falta de uma infraestrutura urbana adequada trazia muitas dificuldades para as famílias, conforme Divanir Copetti, que mora na Rua Humberto de Campos. “Tenho muito orgulho de ter calçamento, porque são 15 anos que moramos ali. Ficou bonito, vai acabar o pó, menos serviço para mim na limpeza. É uma rua que tem muito trânsito, passa muito caminhão, é perigoso. E agora vai ser muito melhor”.

Para o gerente geral da Cooperativa A1, unidade de Descanso, Vanderlei Balbinot, a conquista é histórica, uma vez que o calçamento dá acesso ao silo. “É gratificante saber que os impostos recolhidos por pessoas físicas e jurídicas, entre elas a Cooperativa, voltam para o município. O produtor colhe sua produção, recolhe seus impostos, depois a administração pública, em forma de infraestrutura, devolve parte deles”, afirma.

O prefeito Sadi Bonamigo mencionou os benefícios do calçamento. “Descanso vive um momento importante. Que a população ajude a cuidar dessa obra e do embelezamento. Se cada um fizer a sua parte, nós vamos construir a cidade dos nossos sonhos, a cidade que vamos deixar para nossos filhos e aqueles que vêm depois de nós”, disse.



  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • Ascom/ADR São Miguel do Oeste



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook