Preso, deputado João Rodrigues chega a Porto Alegre e é levado para a Polícia Federal

Defesa de João Rodrigues acredita na reversão do processo

Defesa de João Rodrigues acredita na reversão do processo

09/02/2018 - 07h40

O deputado federal João Rodrigues (PSD-SC) desembarcou por volta das 19h desta quinta-feira (8) no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre. Ele foi preso pela Polícia Federal duante a manhã, no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Ele voltava de viagem a Orlando, nos Estados Unidos, onde estava de férias, com a família.


O político foi recebido pela Polícia Federal ainda na pista do aeroporto e, depois foi levado para a Superintendência Regional da PF na capital gaúcha, localizada na Avenida Ipiranga, no bairro Azenha.


Na terça-feira (6), o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a execução imediata de pena do parlamentar, condenado a cinco anos e três meses de reclusão em regime semiaberto pelo Tribunal Regional Federal (TRF-4) por fraude e dispensa de licitação.


O advogado de defesa do deputado, Marlon Bertol, acredita na reversão do processo mesmo com a prisão e defende que o caso está prescrito – que não cabe mais punição.


"Vamos resolver insistindo na tese de que a prescrição ocorreu em 18 de dezembro. Temos dois votos neste sentido. Nos embargos de declaração explicaremos melhor a tese da prescrição e acredito teremos ao menos mais um voto pela prescrição e tudo estará resolvido. O triste é que até julgar estes embargos, João vai estar detido", disse.


  • por
  • Kia Chavious
  • FONTE
  • G1/SC



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook