São José do Cedro inicia ações do Programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos

01/02/2018 - 15h00

Com o objetivo de estimular o empreendedorismo desenvolvendo habilidades em jovens estudantes, o Sebrae desenvolve, por meio do Programa Cidade Empreendedora, o Programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP). Antes de iniciar as atividades em sala de aula, cerca de 60 professores de quatro escolas de São José do Cedro, no extremo oeste, conhecerão nesta sexta-feira (2) o projeto que será apresentado às 8 horas na Câmara de Vereadores.

O coordenador regional extremo oeste do Sebrae UldoTrennepohl realça que o objetivo é oportunizar conhecimento como agente transformador da vida e do futuro dos alunos. “Com as diretrizes do programa e sua aplicação de acordo com cada série, os estudantes serão estimulados pelos professores a empreender, construir e inovar a partir de suas ideias.”

As abordagens estimularão o desenvolvimento de competências empreendedoras, o autoconhecimento, novas aprendizagens, além de estimular a visão para os negócios como oportunidade de transformação, destaca a consultora credenciada ao Sebrae/SC, Sisse Abdalla Velozo.

Com a intenção de colaborar para um futuro melhor, a consultora acrescenta que o JEPP busca fomentar a criatividade, pró-atividade e inovação na escola por meio de conteúdos sobre empreendedorismo. “As práticas de aprendizagem incentivam a autonomia dos alunos com iniciativas importantes para a gestão da vida pessoal, profissional e social” enfatiza destacando que ao final do programa será realizada a feira do empreendedorismo para apresentação dos trabalhos.

A secretária de Educação e Cultura de São José do Cedro, Célia Osmari Toigo avalia positivamente a iniciativa e a integração de toda comunidade escolar. “A metodologia é inovadora, criativa e dinâmica em busca de resultados. É impossível falar em educação sem que haja o comprometimento das esferas: pais, alunos, escola e sociedade”, avalia, identificando a escola como a referência para busca da formação integral do aluno, através das vivências e experiências.


  • por
  • Kia Chavious
  • FONTE
  • MB Comunicação



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook