Saúde de São Miguel do Oeste implanta ambulatório de sífilis
Atendimento será realizado nas quintas-feiras, das 7h30min às 10h.

25/04/2018 - 12h39

A Secretaria de Saúde de São Miguel do Oeste, por meio do Departamento de ISTs/Aids e Hepatites Virais, trabalha na implantação de um ambulatório para atendimento semanal dos pacientes com sífilis.

A intenção desta centralização do atendimento, segundo a infectologista, Priscila Garrido Bratkowski, é regularizar o tratamento e ter um controle maior dos pacientes, incluindo os contatos, parceiros, bebês, e ainda as gestantes. “Temos um aumento mundial expressivo no número de casos de sífilis, o que em São Miguel do Oeste e região não está diferente, por isso a nossa preocupação”.

A partir da próxima semana, a médica estará a disposição, todas as quintas-feiras, das 7h e 30min às 10h, para atender os pacientes que são encaminhados pelos médicos ou enfermeiros dos postos de saúde, ou mediante agendamento. Ainda neste dia, estarão a disposição da população testes rápidos feitos pela farmacêutica Caroline Belló que, se tiverem resultado positivo, já poderão agendar consulta ou receber atendimento, de acordo com a disponibilidade de vagas.

Priscila destaca que o trabalho do ambulatório vem somar às ações já desenvolvidas para alertar a população sobre o aumento de casos, especialmente em gestantes, a facilidade de transmissão através da relação sexual, e o tratamento fácil e simples, se a doença for diagnosticada em estágio inicial.

A infectologista ressalta que os pacientes devem procurar o posto de saúde se perceberem qualquer sintoma semelhante a lesão genital, lesão oral, vermelhidão pelo corpo, febre, ou que tenham tido exposição.

Mais agilidade, humanização e centralização de serviços

Além deste dia que será dedicado aos pacientes com sífilis, a Secretaria de Saúde tem ofertado diariamente, das 15h às 16h, no laboratório municipal, localizado junto ao posto de vacinas, os testes para sífilis, HIV e hepatites.

Conforme a enfermeira do Departamento ISTs/Aids e Hepatites Virais, Juliana Pinheiro, o principal objetivo é atender os pacientes que não conseguirem ir nas quintas-feiras. “As pessoas que quiserem fazer o teste rápido podem ir direto no laboratório municipal, sem burocracias, necessitando apenas a apresentação de um documento com foto”, explicou.

A equipe do departamento segue ainda, com as parcerias em empresas e entidades, para a realização do teste rápido. Os profissionais e o os testes estão a disposição das empresas que tem interesse em ofertar para seus colaboradores.


  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • Ascom/Prefeitura



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook