Sessão é suspensa e votação do impeachment é transferida para terça-feira

15/10/2020 - 22h06

A defesa do governador Carlos Moisés conseguiu ganhar tempo com o adiamento da sessão extraordinária que apreciaria o PDL do segundo pedido de impeachment na tarde desta quinta-feira (15), no plenário da Assembleia Legislativa.

Uma liminar judicial obrigou o presidente da Alesc, deputado Julio Garcia (PSD), a transferir a pauta para a sessão ordinária marcada para o próxima terça-feira, 20 de outubro.

A liminar judicial foi obtida pelo advogado Marcos Probst minutos antes do início da sessão extraordinária que foi marcada pela manhã durante sessão ordinária. A vitória jurídica surpreendeu até alguns secretários de Estado, que foram mobilizados para comparecer na Alesc em apoio ao governador.

A liminar foi obtida com o argumento de que o prazo de 48 horas entre a publicação do Diário Oficial e a sessão extraordinária não foi cumprido. A defesa alegou que a leitura e posterior aprovação do relatório da comissão especial ocorreu por volta de 17h45min, enquanto a sessão extraordinária estava marcada para as 15h.

>>>Clique e receba notícias do JRTV Jornal Regional diariamente em seu WhatsApp.


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook

banner responsivo
banner responsivo

SIGA-NOS