Supermercados de SC apresentam vendas negativas no primeiro semestre de 2018

09/08/2018 - 21h10

As vendas do setor supermercadista catarinense foram negativas no fechamento do primeiro semestre de 2018, com -0,70% na comparação com o mesmo período do ano passado. Os dois indicadores mensais também deram negativo, -1,96% em junho de 2018 em relação a junho de 2017 e -4,05% em junho em relação a maio de 2018.

Os índices foram apurados na pesquisa mensal do Termômetro de Vendas, realizada pela Associação Catarinense de Supermercados (Acats). Participaram da pesquisa empresas de todos os portes e regiões catarinenses, sendo que os dados já foram deflacionados pelo IPCA.

Segundo análise da Associação Catarinense de Supermercados (Acats) o resultado deste mês de junho ainda carrega efeitos da greve dos caminhoneiros. No mês anterior quando ocorreu a greve, em maio, cerca de dois terços das empresas pesquisadas indicaram movimento superior à média durante este período. Esse resultado foi uma espécie de reforço preventivo por produtos que poderiam ser estocados ante a imprevisibilidade do fim do movimento.

Para o presidente da Entidade, Paulo Cesar Lopes, a virada do semestre deve indicar uma recuperação deste resultado, que no mês de junho também teve um impacto mais severo por conta da taxa de inflação, uma das mais altas dos últimos tempos, com um IPCA de 1,26%.

- Para os supermercados, o segundo semestre historicamente é um período mais consistente de vendas dentro do ano e acreditamos que esta tradição deva se manter, embora o nível de desemprego no Brasil continue alto e isso afeta diretamente a atividade do comércio. Ainda com essa conjuntura não muito favorável, estamos otimistas e acreditamos na reversão do resultado – afirma Lopes.


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook