Tentativa de golpe é denunciada à Polícia Militar de São Miguel do Oeste

16/05/2018 - 15h25

Cresce o número de tentativas de golpes via telefone que vem sendo aplicado contra moradores de São Miguel do Oeste. Segundo dados da Polícia Militar, em menos de 48 horas o serviço de comunicação do 11º BPM registrou em torno de uma dezena de denúncias. E o modo de operação é sempre o mesmo. Uma pessoa do outro lado da linha diz ser parente e que envolveu-se num acidente. Com habilidade e muita lábia, o golpista as vezes consegue ludibriar o suposto parente e acaba por extorquir-lhe boa soma de dinheiro. Quando a vítima se dá conta que pode ser um golpe, na maioria das vezes já é tarde demais.  

Uma das vítimas, que prefere se manter no anonimato, descreveu que  recebeu uma ligação telefônica na tarde desta quarta-feira (16) de um masculino, que se identificou como "Beto", que reside em Joinville (SC) e que era seu parente. O golpista disse que estaria se deslocando para São Miguel do Oeste e que seu veículo teve um problema mecânico. Que pegou um telefone emprestado de um caminhoneiro para solicitar ajuda ao seu suposto parente. Repassou-lhe um número que seria de uma seguradora, para quem ele deveria ligar para acionar o seguro. O homem da ligação telefônica disse ainda que o migueloestino teria que fazer um depósito, para que a seguradora desse andamento ao processo do seguro. O informante afirmou não ter parente em Joinville, encerrou a ligação e por precaução acionou a Polícia Militar.

O Jornal Regional tomou conhecimento que a tentativa de estelionato tem se repetido em São Miguel do Oeste. Um idoso, com mais de 70 anos, recentemente acabou caindo no golpe, perdendo R$ 7 mil, montante este que foi sacado de dois bancos e depositado numa conta indicada pelos criminosos. Na primeira tentativa os vivaldinos conseguiram R$ 4 mil. Posteriormente conseguiram extorquir mais R$ 3 mil. Estranhando que os golpistas queriam mais dinheiro ainda, a vítima levou o fato ao conhecimento da polícia, quando descobriu que tinha sido alvo de um golpe. As autoridades recomendam muita atenção e em caso de dúvida para que as pessoas busquem orientação da polícia.


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook