Turismo em franco desenvolvimento no Extremo Oeste catarinense

Oficina qualidade no atendimento no turismo

Oficina qualidade no atendimento no turismo

11/01/2018 - 16h39

Planejado para encerrar em 2017, o Programa de Desenvolvimento Econômico e Territorial (DET) deu tão certo no extremo oeste catarinense que continuará neste ano.  Entre as diversas ações realizadas por meio da iniciativa esteve o projeto com foco para o turismo, organizado em parceria com a Associação dos Municípios do Extremo Oeste Catarinense (AMEOSC).

A iniciativa resultou no lançamento, no mês de dezembro, do Roteiro Turístico Caminhos da Fronteira, que contempla 17 municípios. O objetivo é valorizar a cultura, a história e desenvolver economicamente a região. Os próximos passos incluem a preparação, organização e melhoria da qualidade dos atrativos turísticos locais, consultorias técnicas nas áreas afins, elaboração do plano de marketing, criação de roteiros microrregionais integrados, fortalecimento da Instância de Governança Caminhos da Fronteira e Planejamento do Turismo Regional a longo prazo. 

O coordenador regional extremo oeste do Sebrae/SC, Udo Trennepohl, lembra que o projeto iniciou em 2015. “É uma iniciativa que, aos poucos, trará importantes resultados econômicos aos municípios, pois o turismo impacta em 52 setores da economia. Com sua consolidação, será possível fortalecer o segmento na região e oferecer atrativos criados com aproveitamento dos potenciais naturais”.

Em 2016 e 2017, foram realizadas visitas técnicas aos municípios participantes do roteiro para análise dos atrativos e orientação das pessoas que participariam do processo de desenvolvimento do turismo. “Nesse período, a Rota do Campo de Iraceminha já recebia turistas e, por isso, foi organizada visita para o colegiado da AMEOSC conhecer a experiência, visando subsídios para o roteiro que estava sendo desenvolvido”, explica o consultor credenciado ao SEBRAE/SC, Roni Rodrigues de Brito.

Como o turismo requer a participação de todos para crescer, ocorreram palestras de sensibilização em quase todos os municípios da região da AMEOSC. Participaram mais de 6.000 pessoas em 2016 e 2017. Também foram realizados workshops de qualidade no atendimento no turismo, visando qualificar os colaboradores para um atendimento adequado aos turistas, além de dois cursos de condutores de turismo local para transmitir técnicas de condução de turistas e noções de primeiros socorros.

Por fim, foi feito o roteiro com os principais atrativos de cada município para ser realizado em dois dias. Em seguida, a rota foi testada e realizada uma viagem-piloto. “O roteiro conta com uma sugestão de visitas em vários locais com horários, rotas para deslocamentos e atrações. Muitos desses pontos já recebiam visitantes, porém de forma isolada, sem uma articulação entre os municípios”, enfatiza o secretário executivo da AMEOSC, Airton Fontana.

DET

O projeto tem por objetivo dinamizar a economia da região com atendimento aos empreendedores formais e informais, visando contribuir com o desenvolvimento econômico e a transformação da realidade dos municípios.


  • por
  • Kia Chavious
  • FONTE
  • MB Comunicação



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook