UNOESC: Diplomadas do curso de Farmácia são aprovadas para cursar mestrado e doutorado

21/12/2017 - 23h44

As diplomadas do curso de Farmácia da Unoesc São Miguel do Oeste, Alana Battistella, Lucilene Granella e Ana Carolina da Rocha foram aprovadas em programas de pós-graduação. Alana cursará o mestrado em Processos Químicos e Biotecnológicos na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Lucilene foi aprovada para cursar o mestrado em Farmacologia na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Ana cursará o doutorado em Ciências Farmacêuticas na Universidade do Vale do Itajaí (Univali).

Segundo o coordenador de Farmácia, doutor Eduardo Ottobelli Chiele, durante a graduação, os acadêmicos são incentivados a participar de pesquisas. "Durante toda a graduação, as diplomadas participaram de projetos de pesquisa e estavam sempre disponíveis para ir além. A conquista das egressas nos mostra que estamos fazendo um trabalho sério, competente e preparando nossos alunos para enfrentar os desafios do mercado", avalia o professor.

A diplomada Alana conta que sempre gostou das disciplinas sobre indústria farmacêutica. Ela fez o estágio na indústria farmacêutica Prati Donaduzii e foi efetivada. A necessidade em se aperfeiçoar ainda mais na área fez com que buscasse o mestrado. "Durante o curso de Farmácia, tive a oportunidade de fazer monitorias e pesquisas. Além disso, tive aulas com professores que me prepararam da melhor forma para a vida profissional", detalha a aluna, justificando como o curso contribuiu para a sua aprovação para o mestrado. 

Lucilene conquistou uma das sete vagas para o mestrado da UFSC. "Na graduação, obtive a base de todos os conhecimentos, que foram abordados na prova de seleção, bem como a base dos assuntos que se trabalha no programa de pós-graduação da UFSC", afirma a diplomada.

Ana cursará o doutorado e terá como proposta de projeto o "Desenvolvimento de sistema autoemulsificável para administração nasal de plumierídeo e avaliação da atividade do sistema nervoso central". Ela detalha que, durante o curso, os professores a inspiraram e a instigaram a seguir a pesquisa. "Sou formada na primeira turma, sou a primeira diplomada a ser doutoranda e espero ter instigado outros alunos a seguir a área da pesquisa, que é extremamente desafiadora", finaliza. 


  • por
  • Kia Chavious



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook