UNOESC: Estudantes de Psicologia realizam viagem de estudos ao Rio Grande do Sul

Alunos visitaram o Asilo Padre Cacique

Alunos visitaram o Asilo Padre Cacique

24/11/2017 - 16h00

Acadêmicos de Psicologia da Unoesc São Miguel do Oeste realizaram, entre os dias 16 e 19, uma viagem de estudos a Porto Alegre (RS). Os 39 alunos visitaram o Hospital Psiquiátrico São Pedro, Asilo Padre Cacique, Cadeia Pública de Porto Alegre e o Instituto Psiquiátrico Forense, além de pontos turísticos da Serra Gaúcha. "Os alunos tiveram a oportunidade de conhecer o berço da saúde mental, da luta antimanicomial; conheceram onde os projetos iniciam e podem chegar", avalia a coordenadora do curso, professora Lisandra Antunes de Oliveira.

No Hospital Psiquiátrico São Pedro, os estudantes conheceram a história da saúde mental e sua constituição na sociedade; o trabalho desenvolvido pela equipe interdisciplinar e o papel do psicólogo no hospital, além de ter contato com pacientes psiquiátricos.

Durante visita ao Instituto Psiquiátrico Forense, os acadêmicos visualizaram "in loco" o trabalho desenvolvido por psicólogos e ouviram o depoimento de um interno. No Asilo Padre Cacique, os alunos ficaram impressionados com a estrutura composta por piscina, cinema, sala de informática, cantina, entre outros.  O asilo é referência no Rio Grande do Sul pela sua forma de funcionamento, por desenvolver autonomia nos idosos e proporcionar qualidade de vida.

O maior presídio da América Latina, que conta com 5 mil presos, também integrou o roteiro da viagem de estudos. Na Cadeia Pública de Porto Alegre, os estudantes tiveram contato com os presos, que participam do projeto "Luz na Cadeia"; conheceram outros projetos desenvolvidos e a estrutura.

Na Serra Gaúcha, visitaram a Igreja de Canela, Parque do Caracol, Lago Negro, Labirinto Verde, Minimundo, entre outros pontos turísticos e atrações como o Natal Luz.

Para o acadêmico Cleiton Primaz, a viagem possibilitou vivenciar na prática o conhecimento. "Com as visitas, visualizamos oportunidades em diversos campos de atuação como no Instituto Psiquiátrico Forense e na Cadeia Pública de Porto Alegre, onde é desenvolvido o projeto 'Luz na Cadeia', que oferece uma nova chance de reabilitação aos presidiários", avalia o aluno. 


  • por
  • Kia Chavious
  • FONTE
  • Ascom/Unoesc



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook

SIGA-NOS