VELA: Martine Grael e Kahena Kunze conquistam ouro na vela

18/08/2016 - 18h34

Martine Grael e Kahena Kunze mantiveram a tradição da vela do Brasil e conquistaram a medalha de ouro na classe 49er FX. Após chegar empatada com Espanha, Dinamarca e Nova Zelândia ao último dia de disputas da modalidade, a dupla venceu a regata da medalha nesta quinta-feira e assegurou o lugar mais alto do pódio olímpico.

A conquista da medalha ainda teve ares de emoção para as brasileiras, que chegaram à última regata sem a obrigação de vencer, mas precisando de um resultado melhor que as outras três duplas. Após começarem na segunda posição, atrás da Itália, que já estava fora da briga, as brasileiras foram ultrapassadas pelas neozelandesas Molly e Alex, na segunda boia.

O resultado parcial dava o ouro para as atletas da Oceania a prata às brasileiras. No entanto, em uma manobra arriscada, elas conseguiram retomar a liderança da regata pouco antes da quinta boia. E aí foi administrar, mas com as neozelandesas pressionando – as vice-campeãs chegaram a apenas dois segundos atrás das brasileiras. A dupla dinamarquesa Jena Hansen e Katja Salskov-Iversen ficaram com a medalha de bronze.

Tradição

Desde Cidade do México-1968, apenas em duas edições o Brasil não havia conquistado medalhas olímpicas no pódio. Com a nova conquista, o esporte alcançou seu 18º pódio: sete ouros, três pratas e oito bronzes. Boa parte dos pódios foram conquistados pela família Grael. O pai de Martine, Torben, e o tio, Lars, já faturaram medalhas olímpicas antes da caçula.

O ouro de Grael e Kunze foi o quarto conquistado pelo Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O desempenho já faz a campanha no Rio superar a das duas últimas edições, Pequim-2008 e Londres-2008. Caso conquiste mais um ouro, o retrospecto no Rio será o melhor da história nos Jogos Olímpicos, posto ocupado até hoje por Atenas-2004 (5 ouros, 2 pratas e 3 bronzes).


  • por
  • Kia Chavious



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook