Conselho das Entidades e Universidade debatem reformulação do Projeto SMO 2030
Universidade disponibilizou um profissional para atuar diretamente na coordenação da reformulação do projeto

27/06/2018 - 09h17

Os integrantes do Conselho das Entidades participaram, na tarde de terça-feira (26), de um encontro na Unoesc São Miguel, onde a universidade repassou o feedback do Projeto 2030. Presidida pelo Vice-presidente Extremo Oeste da Fiesc, Astor Kist, a reunião teve também a presença do vice-reitor da Unoesc São Miguel, Vitor Carlos D'Agostini, e da professora Elis Zanin, responsável pelo projeto.

A internalização do projeto na prefeitura e uma série de desinteresses de alguns atores do projeto acabaram desencadeando uma série de problemas, como a não realização de ações, decisões equivocadas e fora do eixo da proposta do plano de desenvolvimento e congelamento de toda a estrutura. Uma das causas apontadas é a conotação político partidárias dos membros de alguns conselhos que deveriam ter ações mais efetivas. Esses não se interessaram e não executaram algumas das demandas ordenadas.

Uma das cobranças dos membros do conselho é de que o Poder Público deve "querer" abraçar o projeto, afim de realmente pavimentar vias sólidas de desenvolvimento. O mesmo apontamento está voltado ao poder privado, afim de formar um trabalho de bases estruturadas e rígidas. A parceria entre os dois será o combustível da eficiência do futuro.

A intenção é de retomar o projeto, com reformulação do direcionamento do foco, alvo no desenvolvimento e crescimento do município, além de uma possível mudança do prazo, dissecar as potencialidades, traçar as demandas, apontar as fraquezas e reformular os investimentos. "Precisamos nos reaproximar o poder público, exponenciar as energias com demais poderes do município, afim de agregar conhecimento e foco na melhoria de nosso município", disse Kist.

A Universidade já disponibilizou um profissional para atuar diretamente na coordenação da reformulação. O conselho decidiu ainda, se reunir com o prefeito e representantes da Unoesc e Fiesc para um levantamento prévio dos dados e início do novo projeto.


  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • ASCOM/FIESC



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook