Dia da Família na Escola discute futuro dos alunos
Palestras e atividades recreativas movimentaram escolas de São Miguel do Oeste.

09/04/2018 - 15h58
Os pais são importantes atores na formação e melhoria da qualidade do ensino e essa atuação é ainda mais latente nas atividades do Dia da Família na Escola, organizado pela Fiesc. O tema deste ano focou as condições para que os estudantes escolherem o seu projeto de vida. Na Região Extremo-oeste, uma série de atividades movimentou várias escolas. Na unidade do Senai de São Miguel do Oeste, centenas de pais participaram de uma palestra com o professor Alain Baderha Kalema, que abordou o assunto "Educação, escolarização e autonomia".

O SESI também participou do evento, com atividades didáticas e com orientações. Outras escolas das redes públicas municipal e estadual também participaram do movimento e promoveram palestras e debates acerca do tema: pensar projeto de vida. Uma forma de instigar uma reflexão acerca do presente e, principalmente, do futuro.

Para o diretor do Senai, Ivanor Finato, foi uma atividade de grande repercussão e, principalmente o envolvimento entra alunos, pais e professores. “Isso cada vez mais reforça a necessidade de estarmos preparados, de forma conjunta (pais, professores e alunos) para que a escola tenha seu papel na formação do cidadão mais consciente e que possam expandir os valores da ética, cooperação, comprometimento, inciativa e da moral”, resumiu. 

Dia da Família na Escola - A proposta da criação do Dia da Família na Escola, que chega ao seu terceiro ano, surgiu da Campanha Pais pela Educação, lançada pelo Movimento SC pela Educação em 2014. Um dos estímulos é uma pesquisa do Instituto Ayrton Senna, em parceria com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), segundo a qual os estudantes que recebem apoio e atenção dos pais na sua vida escolar estão, em média, quatro meses à frente no aprendizado em comparação com os que não recebem essa atenção. O objetivo da iniciativa é estimular a participação dos pais na vida escolar dos filhos.

  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook