Em reunião extraordinária, Conselho das Entidades trata de ações na fronteira
A intenção foi de angariar recursos para edificação de estrutura mínima para turistas e Receita Federal.

27/07/2018 - 12h51
Convocada Extraordináriamente pelo presidente, Astor kist,  a pedido do presidente da Comissão Bi-nacional Ponte Internacional Peperi-Guaçu BR/ARG, Darci Zanotelli, o Conselho das Entidades se reuniu para tratar da busca de apoio e recursos para implementação de ações e estruturas na área fronteiriça, entre Brasil e Argentina, no município de Paraíso, para abrigar, junto à Polícia Federal, já instalada, a Receita Federal e a edificação de um espaço para abrigar e orientar turistas até a estruturação de uma aduana bi-nacional estruturada então para cargas e turistas.

Segundo a proposta de Zanotelli, deve ser construída ainda, uma lanchonete, com banheiros, fraldário e mini cozinha, construção do pátio para estacionamento, internet e telefone para Polícia Federal e Receita Federal, adequação da energia elétrica para a rede de computadores, melhoria no abastecimento de água e melhorar o espaço para controle e passagem de veículos.

Ainda segundo Zanotelli, essas adequações darão o start para um trabalho mais efetivo dos órgãos públicos. "Sem essas melhorias básicas, a Receita Federal não terá condições de operação e controle. O mesmo ocorre com a Polícia Federal", disse ele.

O presidente da Comissão Bi-nacional disse ainda que parte do espaço da Cidasc deve ser adequado para as mudanças necessárias. "Precisamos agilizar o processo para em 90 dias estar tudo pronto para absorver a grande demanda de turistas prevista para acessar pelo local", disse Zanotelli.

Os guard rails da ponte, emenda ele,  também receberão pinturas e instalação por parte da Vialidad Provincial de Missiones, do lado argentino. 

Os governos municipais de São Miguel do Oeste e Paraíso devem ser procurados nos próximos dias para uma conversa e tratativas mais eficazes. Todas as ações a serem implementadas serão de caráter provisório, até a definitiva edificação da Aduana Bi-nacional, devidamente estruturada e equipada para seus fins.

Participaram do encontro, empresários de São Miguel do Oeste e Paraíso, representantes de órgãos públicos e membros do conselho.






DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook