Empresas do Extremo Oeste aperfeiçoam gestão de indicadores e resultados

JP Distribuidora deMateriais de Construção foi fundada em 2011 em São Miguel do Oeste

JP Distribuidora deMateriais de Construção foi fundada em 2011 em São Miguel do Oeste

04/01/2019 - 08h40

O Programa Gestão de Indicadores de Resultados (GIR) - solução implementada de forma inédita em meados de 2018 no extremo oeste catarinense – já vem apresentando impacto positivo nas empresas participantes. A iniciativa desenvolvida pelo Sebrae Santa Catarina conta com a parceria do SICOOB São Miguel e reúne empresários e profissionais de seis empreendimentos da área industrial e de serviços: Comercial de Piscinas e Pedras Bedin, Dihelo Alimentos, J Portelles Distribuidora de Materiais de Construção, Imobal Indústria de Móveis Baldissera, Sysmo Sistemas e Pró-PVC Indústria e Comércio.

O GIR possibilita a adoção de um modelo de gestão com base em indicadores e metas para aumentar a competitividade. Com duração de 14 meses, inclui atividades coletivas, workshops e atendimentos empresariais, mas o grande diferencial são as consultorias exclusivas que acontecem na organização com carga horária de 127 horas. A solução abrange todas as ferramentas necessárias para obter uma gestão moderna e melhorias na performance do empreendimento. Até o momento foram concluídos os módulos de Planejamento estratégico e Gestão Financeira. O próximo será o Marketing.

A JP Distribuidora de Materiais de Construção foi fundada em 2011 em São Miguel do Oeste e conta com filial na cidade de Marmeleiro no Paraná. O empresário Josemar Portelles, participa do GIR juntamente com profissionais dos setores Financeiro e Comercial. “Com o programa podemos nos preparar para buscar o crescimento desejado. Esperamos muitos resultados benéficos como, por exemplo, obter uma melhor gestão da empresa e da estrutura de procedimentos em nossos processos, além de mais engajamento dos colaboradores na busca por resultados. Como o modelo de sua estrutura inclui consultoria de longo prazo, conseguimos nos organizar para seguir o que é planejado com os consultores”.

A Sysmo Sistemas desenvolve e comercializa softwares e serviços que permitem ganhar tempo e otimizar resultados de forma rápida, fácil e eficaz. Com mais de 25 anos de experiência, disponibiliza soluções em gestão e automação para supermercados de todo o Brasil.

Para obter uma visão ampla dos setores dentro da empresa e também de sua atuação, posteriormente, no mercado, o diretor comercial José Eduardo Bocalon, e o diretor administrativo Miguel Ângelo Bocalon aderiram ao GIR. “Até o momento montamos as metas, as visões e os departamentos que vamos trabalhar. Focamos, por enquanto, mais no setor financeiro e, com as dicas e o trabalho dos consultores SilvioTerres e Airton Bezerra de Oliveira, conseguimos melhorar o controle e resultados dos indicativos do setor financeiro para conquistar apuração melhor em relação à cobrança, despesa e rentabilidade. Isso agilizou mais as tarefas e melhorou a parte de cobrança com os clientes”, enfatiza José Eduardo.

A aplicação do programa iniciará no mês de janeiro. Até o momento foram feitas várias reuniões em busca de soluções. Segundo o empresário, a expectativa é fluir melhor as informações por departamentos dentro da empresa, pois a sincronia é uma condição e deve envolver a maioria dos profissionais que hoje somam cerca de 150 colaboradores na matriz em São Miguel do Oeste.

José Eduardo menciona, ainda, que melhorar os serviços e produtos, preparar a equipe e ser excelência no segmento de supermercados são algumas das metas do GIR. “Além disso, queremos nos tornar mais comunicativos entre nós para resolvermos problemas dos clientes, aperfeiçoando a comunicação interna e oferecer melhor atendimento em relação às alterações de sistemas que são uma grande fonte de pesquisa”.

Outro desafio colocado pela empresa para o GIR é a busca por uma comunicação melhor com o mercado. “Já tínhamos uma organização bem preparada e o GIR está se encaixando como uma luva para melhorarmos mais, aumentando metas de crescimento da carteira de clientes e de faturamento. Estamos numa expectativa grande e aguardamos o segmento desses passos que iniciaremos em janeiro com a aplicação disso tudo”, finaliza José Eduardo.

O coordenador regional extremo oeste do Sebrae/SC, Udo Trennepohl, assinala que o GIR está cumprindo com uma atuação eficiente auxiliando os empresários a tomarem decisões baseadas em indicadores, possibilitando trabalhar de maneira planejada para, consequentemente, atingir as metas traçadas. Observamos a evolução das empresas e temos a certeza de que vem sendo fundamental para consolidação dos negócios e, consequentemente, para melhorar a geração de empregos e movimentar a economia da região”.


  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • MB Comunicação



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook