Governo do Estado inaugura dois CREAS e um CRAS na regional de São Miguel do Oeste

08/12/2018 - 00h09

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST), entregou três equipamentos de assistência social nos dias 6 e 7 de dezembro. Foi um Centro de Referência de Assistência Social (Cras) para o município Iporã do Oeste e mais dois Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) para a população de Dionísio Cerqueira e São Miguel do Oeste. A intenção da ADR é finalizar e inaugurar ainda neste mês de dezembro as obras dos CRAS de Bandeirante, Barra Bonita e Belmonte.   

As obras integram o Pacto pela Proteção Social e são realizadas em parceria com a Agência de Desenvolvimento Regional de São Miguel do Oeste e as prefeituras. “É muito gratificante colocar todos esses equipamentos em funcionamento. Os profissionais que trabalharão nesses locais vão atender a população mais desprotegida e vulnerável com a dignidade que merecem”, destaca a consultora da SST, Mariah Nascimento.

No total serão entregues até final deste mês de dezembro 80 obras, totalizando R$ 28 milhões em investimentos em todo o estado. De acordo com o secretário executivo da ADR, Paulo Meneghini, na obra do CRAS de Iporã do Oeste aconteceu investimento de R$ 324 mil. “Já no CREAS de Dionísio Cerqueira foi investido R$ 219 mil e no CREAS de São Miguel do Oeste o investimento na obra foi de R$ 351 mil”. 

O prefeito de Iporã do Oeste, Lúcio Mallmann, externou seu agradecimento especial ao governo do estado pela parceria na obra. “Estamos aqui para servir a população. Atender bem é a nossa obrigação”.

Para o prefeito de Dionísio Cerqueira, Thyago Gnoatto, mais importante do que as obras físicas é o trabalho desenvolvido nesses novos espaços para atender bem as pessoas. “Trata-se de um prédio adequado para as pessoas e para os servidores”.   

As unidades de assistência social são para a proteção básica e especial, de proteção social básica do Sistema Único de Assistência Social (Suas) que previne situações de vulnerabilidade social decorrente da pobreza, ausência de renda ou fragilização de vínculos afetivos ou relacionados a discriminações etárias, étnicas, de gênero, deficiências, violência física, psicológica, sexual, tráfico de pessoas ou que estão em cumprimento de medidas socioeducativas.

O roteiro de inaugurações teve a participação da consultora da secretaria de estado da assistência social, Mariah Nascimento, do secretário da ADR, Paulo Meneghini, prefeitos, vereadores e representantes dos municípios contemplados.



  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook