Grêmio vence a Universidad Católica e se classifica para as oitavas de final da Libertadores

09/05/2019 - 00h44

Pelo quarto ano consecutivo, o Grêmio está nas oitavas de final da Libertadores da América. O Tricolor afastou as desconfianças e venceu a Universidad Católica por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, garantindo o segundo lugar no Grupo H com 10 pontos.

No primeiro tempo, Michel lançou Alisson, que dominou com o pé, ajeitou com o peito e tocou na saída do goleiro Dituro. No segundo, Leonardo cruzou rasteiro para Thaciano, que apenas empurrou para o gol vazio. O adversário do time de Renato Portaluppi sai na noite de segunda-feira, quando acontece o sorteio da Conmebol em Luque, no Paraguai.

Primeiro tempo

Com formações quase espelhadas (4-2-3-1), a Universidad Católica anulou seu lado direito para anular Everton. Conseguiu, o que forçou o Grêmio a jogar pelo lado direito. Aos três minutos, ele arriscou a primeira, e aos 22 fez o primeiro. Michel fez um grande lançamento, o meia gremista dominou no peito e bateu na saída do goleiro Dituro. Aos 28, Kannemann concluiu de cabeça um cruzamento de Jean Pyerre e mandou em tiro de meta. Na melhor chance dos chilenos, aos 35, Paulo Victor saiu mal, afastou de soco e Pinares colcou por cobertura para fora. Aos 40, Jean Pyerre bateu no alto e Dituro espalmou para escanteio. Depois disso, só houve tempo para um cartão amarelo para Cornejo por chutar Alisson no chão. Foram 60% de posse de bola gremista e oito finalizações, cinco delas a gol, o que explica o domínio tricolor na etapa inicial.

Segundo tempo

O Grêmio retornou do intervalo com Juninho Capixaba no lugar de Cortez, lesionado. As características ofensivas do lateral não puderam ser percebidas, pois a Universidad Católica aumentou a intensidade e passou a pressionar o Tricolor no campo de defesa. Aos 17, a bola girou do lado direito para o esquerdo, Everton chutou no canto esquerdo de Dituro, que espalmou para a frente. Na sequência, Aued chutou fraco, pelo meio, e Paulo Victor encaixou. Aos 21, Jean Pyerre bateu falta nas mãos de Dituro. Depois da cobrança, o meia deixou o campo para a entrada de Thaciano. Aos 30, Leonardo aproveitou uma saída de bola errada de Cornejo pela esquerda, foi à linha de fundo e centrou. Thaciano apenas empurrou para o fundo da rede para ampliar. Sáez, aos 32 minutos, arriscou uma bicicleta, mas mandou longe da meta gremista. No fim, Everton ainda fez boa jogada pela esquerda e Lanaro quase marcou contra. Houve tempo, ainda, para Leonardo arriscar de longe e Dituro fazer a defesa, e Puch mandar de fora da área para a última intervenção de Paulo Victor. 

Próximos confrontos

As oitavas de final acontecem apenas após a Copa América. O adversário também segue indefinido. Na segunda-feira, o Grêmio estará no Pote 2, à espera de um integrante do Pote 1 para confrontar. Por enquanto, são possíveis adversários são Inter, Cruzeiro, Cerro Porteño e Libertad. Os outros quatro classificados serão definidos no restante da rodada, que termina nesta quita-feira.

Não deu mole

Os números comprovam um jogo sem sustos do Tricolor. Apesar da posse dividida meio a meio, o Grêmio concluiu muito mais do que a Universidad Católica:

* 13 finalizações contra 6

* 9 finalizações no gol contra 2

* 2 defesas de Paulo Victor contra 7 de Dituro

* 385 passes certos contra 369 da Católica

Escrita mantida

Desde 1990, o Grêmio não cai na fase de grupos da Libertadores. Foram 15 participações em 29 anos avançando aos mata-matas. Também é a quarta classificação consecutiva do Tricolor, ou a nona em 13 anos, já que não participou em 2008, 2010, 2012 e 2015. Quando participou, passou.

Renascimento

De contestado pelas atuações fracas nos últimos jogos, Alisson terminou a partida como o melhor em campo. Fez o primeiro gol e compensou o estrangulamento feito a Everton no lado oposto pela Católica. Após o jogo, ele agradeceu à confiança dada pelo treinador: "O Renato nos cobra muito, mas também dá muita moral. Ele mostrou o que fizemos de bom e sabíamos o que tínhamos de fazer."


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook