JANEIRO BRANCO: Quem cuida da mente, cuida da vida

04/01/2019 - 14h18

O ser humano é um ser biopsicossocial, ou seja, corpo e mente trabalham juntos. Negligenciar o cuidado emocional pode debilitar o sistema imunológico, surgindo sintomas físicos desagradáveis, sem causa orgânica aparente, como insônia, palpitações, alteração da pressão arterial, dores de cabeça, dores musculares, exaustão física, mudança no apetite e peso (aumento ou redução), impotência sexual, desconforto gástrico, torcicolo, suor excessivo, gripes e resfriados, entre outros.

Atualmente, observamos o crescimento da cultura do autocuidado através de hábitos saudáveis, como alimentação equilibrada e prática de atividades física. Quando falamos da saúde mental, não deve ser diferente. Assim como se cuida do corpo, há atitudes que podem melhorar a qualidade da sua saúde mental. Confira:

- Fale sobre suas emoções: identifique e expresse seus sentimentos, sejam eles bons ou ruins. Quando “colocamos para fora” o que sentimos, a tensão e o mal-estar diminuem. Conversar com amigos e familiares pode ser de grande ajuda.

- Invista no autoconhecimento: quando nos conhecemos de verdade, aprendemos a aceitar nossas falhas e a lidar conosco e com os outros de forma mais assertiva. Atitudes como questionar-se, avaliar suas ações, identificar seus sentimentos, entre outros, auxiliam no autoconhecimento.

- Procure ajuda profissional: às vezes, as pessoas próximas não são capazes de nos ajudar da forma como precisamos, e sozinhos não conseguimos encontrar saídas. É importante procurar a ajuda de um profissional psicólogo.

- Seja resiliente: não se preocupe excessivamente com problemas. Concentre-se também nas possibilidades e soluções. Busque visualizar as perspectivas positivas, acredite na sua capacidade e aceite seus próprios limites.

- Tenha relações de qualidade: tenha ao seu lado pessoas que você gosta e que te façam bem. A qualidade dos relacionamentos é de suma importância para a vivência de bem-estar. Reserve um tempo na sua semana para momentos de convivência com amigos e familiares.

- Cultive hábitos saudáveis: tenha uma rotina de alimentação equilibrada, durma o suficiente e pratique exercícios físicos. Evite excessos, drogas e álcool. Esses hábitos auxiliam no alívio da tensão do dia a dia, beneficiando a sua saúde mental.

- Tenha hobbies: passatempos como passeios, leituras, confecção de artesanatos, ouvir música, praticar yoga e meditação, entre tantas possibilidades, auxiliam no equilíbrio emocional.

- Descanse: reserve um tempo no dia ou na semana exclusivamente para descansar.

- Faça trabalho voluntário: dedicar seu tempo a uma causa pode ser gratificante e terapêutico. Confeccionar utilidades e roupas, fazer comida para pessoas em vulnerabilidade social, visitar idosos ou crianças institucionalizadas, participar de ONGs ou de ações comunitárias, são alguns exemplos.

- Viva no presente: não viva com base nos sofrimentos passados, nem viva com medo do que acontecerá no futuro. Viver cada momento no presente é a melhor forma de não adoecer mentalmente.

Janeiro Branco

A campanha objetiva criar uma cultura da Saúde Mental através da psicoeducação, estimulando as pessoas ao cuidado de forma preventiva.

Lembre-se: todas as pessoas podem apresentar sinais de sofrimento psíquico, afinal, é normal enfrentar dificuldades consigo e com os outros.

Procure ajuda! 


  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • Daniela Filipini - Psicóloga do Hospital Regional Terezinha Gaio Basso



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook