Mais de 120 atletas da região demonstram superação na 1ª Forja de Guerreiros

17/09/2018 - 12h02

Água gelada, escalada com cordas, parede com fosso, corrida e rastejo na lama sob arames farpados. Esses foram alguns dos obstáculos que os mais de 120 atletas, divididos em provas individuais e ou de pelotão, enfrentaram neste domingo (16), na pista da 1ª Forja de Guerreiros - corrida com obstáculos militarizados, realizada em São Miguel do Oeste.

Medalhas e troféus são apenas mimos, frente a superação pessoal de cada um dos atletas. Testar seu corpo e mente em uma prova de resistência e técnica foi o foco. Com trechos de três e cinco mil metros, os participantes enfrentaram trechos íngremes, transpuseram barreiras, subiram rampas, escalaram, rastejaram sob arames farpados e mergulharam em gelo.  Dolorido para alguns, extenuante para outros. Mas ao final, tudo não passou de um enfrentamento pessoal de seus limites. Ainda no sábado, a pista recebeu crianças em uma miniatura dos obstáculos e a noite o show com a banda Nenhum de Nós, que lotou a Latitude Eventos.

Segundo o idealizador da Forja de Guerreiros, André Lazzarotto, a próxima edição será no início de 2019, novamente em São Miguel do Oeste, e depois segue um calendário de seis competições anuais, percorrendo os estado de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul.

Nenhum de Nós

Evento inédito na região, a Forja de Guerreiros, realizada neste final de semana em São Miguel do Oeste, trouxe para o município uma das bandas mais queridas do cenário musical nacional.

Comemorando 32 anos de carreira, os roqueiros do Nenhum de Nós voltaram para uma apresentação histórica em São Miguel do Oeste.

Com repertório de grandes sucessos e singles do novo álbum, Doble Chapa, com uma proposta da integração do rock raiz latino, a banda sob comando de Teddy Correia, fez o público recordar e cantar junto, com destaque para clássicos "Vou deixar que você se vá", "Paz e Amor" e "Camila".


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook