MPSC investiga eventuais crimes em desapropriação de imóvel em Nova Erechim
Quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos pelo GAECO em Chapecó, em apoio a Promotoria de Justiça de Pinhalzinho. Uma pessoa foi presa em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.

11/04/2018 - 16h08

Nesta quarta-feira (11), o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO), em apoio à Promotoria de Justiça de Pinhalzinho, deu cumprimento a quatro mandados de busca e apreensão no município de Chapecó.

A Operação foi desencadeada no âmbito de Procedimento Investigatório Criminal (PIC) instaurado pela Promotoria de Justiça de Pinhalzinho para apurar eventual prática de crimes de contra a Administração Pública (corrupção e lavagem de dinheiro) envolvendo desapropriação de imóvel rural no município de Nova Erechim.

Os mandados foram deferidos pelo Juízo Criminal da Comarca de Pinhalzinho, a pedido do Ministério Público (MPSC). Na ocasião das buscas um dos investigados foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo. Mais informações não poderão ser repassadas neste momento para não prejudicar o andamento das investigações.

O GAECO é uma força-tarefa composta pelo Ministério Público, pelas Polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal e pela Secretaria Estadual da Fazenda, todos de Santa Catarina.

  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook

Website Security Test