Presidente confirma convite da FCF para o Guarani retornar ao futebol profissional
"Dinheiro pra isso tem", diz Enio Giacomelli. "Só vai depender da nova diretoria", complementa o dirigente

Federação abriu as portas para o Guarani, disse Giacomelli

Federação abriu as portas para o Guarani, disse Giacomelli

04/10/2019 - 09h59

Durante a semana o Guarani recebeu a visita do "staff" maior da Federação Catarinense de Futebol. A diretoria recebeu na sede social e esportiva do clube em São Miguel do Oeste, o presidente Rubens Angelotti, o diretor de Competições Especiais, Carlos Fernando Crispim, o diretor de Ligas Não Profissionais, José Carlos Goulart Júnior e o gerente de Operações, Roger Mori Borges. Além do presidente Enio Giacomelli, o Guarani no encontro foi representado também pelo presidente do Conselho Deliberativo, Miguel de Moura, o diretor Jurídico, Egon Brickmann, e a secretária Fernanda de Moura. A reunião contou ainda com as presenças do presidente e vice-presidente da LEF, Josemar Signor e Tiago Caspers.

A pauta do encontro girou em torno do retorno do Guarani ao futebol profissional. No final do ano passado, o clube até esboçou um esforço nesse sentido. O presidente Enio Giacomelli inclusive participou de reunião da federação e provisoriamente colocou o Guarani na relação dos times que disputariam em 2019 a divisão de acesso. O assunto rendeu calorosos debates. Entretanto, por decisão da maioria da diretoria, o Guarani acabou desistindo da idéia.

Agora, nessa reunião, foi o próprio presidente Rubens Angelotti quem oficialmente convidou o "Bugre" para retornar ao futebol profissional em 2020. "Dinheiro pra isso tem", garante Giacomelli. Só vai depender da nova diretoria, que será eleita no próximo dia 11 de outubro, aceitar ou não esse desafio, comentou o atual presidente.

De acordo com Giacomelli, os dirigentes da federação ficaram impressionados com a grandeza do Guarani. Mostramos toda a nossa estrutura. As partes interna e externa. Ficaram abismados. Eles não imaginavam que o Guarani fosse desse tamanho", descreveu.

Uma coisa ficou bem claro, segundo avalia o presidente. "É só querer entrar, que as portas estão abertas", disse. Sobre os valores das taxas na FCF, conforme assinalou Giacomelli, o presidente da FCF prega que o Guarani não precisa se preocupar. 

Diante desse quadro, nunca esteve tao maduro o retorno do Guarani ao futebol profissional catarinense. Com bela infraestrutura e gozando de boa saúde financeira, o clube bugrino reúne todas as condições para voltar ao convívio dos grandes do futebol catarinense. Existe um clamor regional nesse sentido. Mas qualquer debate sobre o tema somente deve acontecer depois da eleição da nova diretoria. 

>>>Clique e receba notícias do JRTV Jornal Regional diariamente em seu WhatsApp.


  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • JRTV/Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook

Website Security Test