Seminário SC Bem Mais Simples auxilia na melhoria do ambiente de negócios no extremo oeste

A iniciativa orientou sobre as novas legislações vigentes

A iniciativa orientou sobre as novas legislações vigentes

23/10/2019 - 12h36

O incentivo ao empreendedorismo e a formalização de negócios requer uma simplificação dos procedimentos necessários para abertura de novas empresas. Pensando nisso, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Sustentável, em conjunto com o Sebrae/SC, promoveu na última terça-feira (22), o II Seminário SC Bem Mais Simples – etapa regional extremo Oeste, no auditório da Associação Comercial e Industrial de São Miguel do Oeste (ACISMO), no município de São Miguel do Oeste.

A iniciativa teve como objetivo orientar sobre as novas legislações vigentes e proporcionar um espaço para troca de experiências entre os agentes envolvidos no processo de abertura de novas empresas e reuniu 100 participantes. Além disso, viabilizou a definição de ações conjuntas sobre a simplificação da legalização das empresas e, consequentemente, oportunizará uma melhoria do ambiente de negócios na região.

No seminário as Prefeituras do extremo oeste catarinense foram incentivadas a se enquadrarem no programa estadual que diminui a burocracia e o tempo de abertura de um negócio. O SC Bem Mais Simples, instituído pela Lei 17.071/17, funciona por meio do Enquadramento Empresarial Simplificado (ESS). Com base nas informações constantes da autodeclaração dos empreendedores, a lei permite que os estabelecimentos com baixo potencial poluidor, baixo risco sanitário e pouca complexidade, sejam abertos de maneira simples e ágil.

Para o gerente regional Extremo Oeste do Sebrae/SC, Udo Martin Trennepohl, o evento possibilitou o aprimoramento e o desenvolvimento das políticas públicas implementadas nos diversos município da região. “O Sebrae/SC se preocupa com a competitividade dos pequenos negócios e atua para melhorar as estratégias desenvolvidas pelas empresas. Porém, além de trabalhar a gestão é fundamental contribuir para o avanço do ambiente de negócios, por isso o SC Bem Mais Simples atende essas necessidades dos pequenos negócios e da sociedade de maneira geral”, observou.   

Durante o seminário, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, a Junta Comercial do Estado, Secretaria da Fazenda, Corpo de Bombeiros Militar, Vigilância Sanitária Estadual e o Instituto do Meio Ambiente orientaram os técnicos municipais sobre a nova legislação. Trennepohl agradeceu as diversas entidades envolvidas no evento que se comprometeram em auxiliar na melhoria da competitividade das empresas locais e regionais. “Parabenizamos a todos por buscarem a construção de um ambiente de negócios melhor para avançar na competitividade do extremo Oeste Catarinense e, consequentemente, resultando na expansão da economia estadual e nacional”, finalizou. 

Com o programa, todo o processo de abertura de empresa será feito com base nas informações do empreendedor que, posteriormente, serão verificadas. Desta maneira, atividades de baixa complexidade serão liberadas rapidamente e destravarão a fila dos casos mais complexos.

>>>Clique e receba notícias do JRTV Jornal Regional diariamente em seu WhatsApp.



  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook