Técnicos do TSE apontam 'inconsistências' nas contas da campanha de Bolsonaro

Presidente eleito Jair Bolsonaro tem três dias para para esclarecer  23 "inconsistências"

Presidente eleito Jair Bolsonaro tem três dias para para esclarecer 23 "inconsistências"

13/11/2018 - 04h14

A Assessoria de Exame de Contas Eleitorais e Partidárias do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou nesta segunda-feira (12) ao ministro Luis Roberto Barroso ter encontrado "inconsistências" na prestação de contas da campanha do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

Na semana passada, a campanha de Bolsonaro entregou ao TSE a prestação de contas. De acordo com o documento, foram arrecadados R$ 4.377.640,36 e gastos R$ 2.812.442,38.

O relator das contas é o ministro Barroso, por isso o relatório foi enviado a ele. Caberá ao magistrado submeter o caso a julgamento pelo plenário. O parecer da área técnica é uma das etapas da prestação de contas.

O que diz o relatório técnico

No parecer concluído nesta segunda-feira, os técnicos do TSE pediram a Barroso que notifique a campanha de Bolsonaro a apresentar, em até três dias, as notas, os contratos e o detalhamento de contas. Ao todo, foram apontadas 23 "inconsistências" que envolvem impropriedades (erros formais ou dados inexatos) ou suspeitas de irregularidades na prestação, além da falta de documentos.


  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • G1



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook