Time reserva do Grêmio perde para o Fluminense no Brasileirão

29/09/2019 - 18h20

O Grêmio foi derrotado pelo Fluminense por 2 a 1 na tarde deste domingo (30), no Maracanã, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Nenê e Caio Henrique marcaram os gols cariocas, enquanto o garoto Patrick descontou para o time gaúcho.

Com a derrota, o Tricolor para nos 34 pontos e perde a oportunidade de entrar no G-6. A vitória mantém o Fluminense fora da zona de rebaixamento e mostra uma resposta positiva do time após a queda do técnico Oswaldo de Oliveira.

Diferentemente do Flamengo, que poupou apenas três titulares no empate com o São Paulo no sábado, o Grêmio usou o time reserva para enfrentar o Fluminense no Maracanã. A atração na equipe estava na presença de Léo Moura, que foi escalado para ser testado visando ao confronto com o Rubro-Negro pela Libertadores.

O jogo no Maracanã mostrou para Renato Portaluppi que será necessário criar uma forma de proteger o setor direito da defesa no caso da escalação de Léo Moura contra o Flamengo. Foi em cima do lateral-direito que o Fluminense apostou para criar seus ataques. E teve sucesso cedo.

Logo aos seis minutos. Yoni González recebeu às costas de Léo Moura, que não conseguiu acompanhar na corrida, e cruzou para o meio da área. Nenê finalizou de primeira para vencer Julio César e abrir o placar no Maracanã.

O Grêmio mostrou capacidade de reação após o gol. Dois minutos depois, Thaciano teve a chance para marcar em um erro de Ganso, que perdeu a bola para Darlan. O meia gremista recebeu dentro da área e bateu com o pé direito, mas Muriel conseguiu fazer uma difícil defesa para manter o Fluminense em vantagem.

Mesmo jogando fora de casa e com time reserva, o Grêmio conseguiu impor seu jogo de toque de bola ao longo do primeiro tempo. O Tricolor teve dificuldade para entrar na área do Fluminense, mas ainda assim criou outras oportunidades para empatar.

Aos 20, André teve uma boa chance. O centroavante iniciou a jogada, tocou para Pepê e apareceu na área para finalizar. O problema foi exatamente a finalização. Ele bateu embaixo na bola e ela subiu, passando longe do gol de Muriel. Outra boa jogada veio cinco minutos depois. Darlan tabelou com Pepê pela esquerda e cruzou para André. O centroavante errou o chute, mas a bola ainda sobrou para Thaciano, que finalizou procurando o ângulo e mandou por cima do gol.

O Fluminense voltou a levar perigo apenas aos 37 minutos. E novamente a jogada foi em cima de Léo Moura. Desta vez, o lance em velocidade foi do lateral-esquerdo Caio Henrique. Ele cruzou para o cabeceio de João Pedro. O garoto subiu entre Rodrigues e Juninho Capixaba e mandou por cima do gol.

O Grêmio ainda teve outra oportunidade com André antes do intervalo, mas o primeiro tempo acabou mesmo com a vantagem carioca.

Logo no começo do segundo tempo, o Fluminense conseguiu ampliar esta vantagem. Novamente Léo Moura foi protagonista negativo no lance. Ele deu o combate no meio-campo e acabou perdendo a disputa para João Pedro. Na sequência da jogada, Yony González tocou para Caio Henrique, que chutou cruzado. A bola passou por baixo de Julio César e morreu no fundo do gol: 2 a 0.

Assim como ocorreu no primeiro gol, o Grêmio não se abalou após sofrer o segundo e foi ao ataque para tentar diminuir o prejuízo. Foi então que começaram as polêmicas. O Tricolor reclamou de pênalti em dois lances. No segundo, o árbitro Caio Max Augusto Vieira chegou a ir na cabine do VAR rever o toque de mão do zagueiro Yuri em uma disputa com André, mas optou por não marcar a infração, o que gerou muita reclamação do técnico Renato Portaluppi.

Em busca do empate, pelo menos, Renato fez mudanças no setor ofensivo. Renato mexeu no setor ofensivo para tentar, pelo menos, o empate. Primeiro, o meia Patrick entrou no lugar do volante Darlan, que fez boa partida. A segunda troca foi a entrada do garoto Ferreira na vaga de Luciano.

A entrada dos garotos foi positiva e o Grêmio descontou com um gol de Patrick aos 30 minutos. Ele finalizou sem chances para Muriel após pegar a sobra de uma tentativa de Ferreira na área do Fluminense. O lance teve a participação de Léo Moura, que fez o lançamento para Ferreira na origem da jogada.

A reação gremista, no entanto, foi tarde para um empate. Nos minutos finais, o Fluminense ainda teve uma chance com Yoni González, defendida por Julio César. Léo Moura ainda deixou o gramado, por opção de Renato, nos minutos finais.

Com a derrota de 2 a 1, o Grêmio teve encerrada sua sequência de vitórias no Brasileirão. Agora tudo é Libertadores para o Tricolor.

  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • JRTV/Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook

Website Security Test