Tratamento oncológico em São Miguel do Oeste está perto de acontecer
Secretaria de Estado da Saúde está elaborando o aditivo de contrato e analisando os valores e metas para início do atendimento.

26/04/2018 - 17h56

Os equipamentos que serão utilizados para o atendimento de pacientes com câncer já foram adquiridos pelo Instituto Santé, que administra o Hospital Regional Terezinha Gaio Basso de São Miguel do Oeste. O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES) liberou, em dezembro de 2017, o valor de R$ 2,3 milhões para a ação que atenderá 30 municípios do Extremo-oeste.

O diretor do Hospital, Jeferson Gomes, lembra que a seleção de fornecedores iniciou ainda em janeiro e que os equipamentos adquiridos permitirão uma assistência com excelente padrão de segurança e qualidade. Da mesma forma, Gomes ressalta que a compra foi mais uma etapa vencida para que o atendimento oncológico inicie no Extremo-oeste, mas que outras ainda precisam avançar.

“Estamos negociando a alteração do contrato com a SES. A equipe do Hospital está sendo preparada para o serviço, bem como já temos nomes de profissionais médicos complementares que serão contratados assim que tivermos a confirmação por parte do Estado para início dos atendimentos. Os protocolos hospitalares, por exemplo, estão sendo planejados há bastante tempo”, explica.

Conforme a gerente de Saúde, Paula Corrêa, o aditivo do contrato está sendo elaborado pela Secretaria de Estado da Saúde. “Assim que concluído, será reunido o administrativo do Hospital e SES, fechando detalhes como valores e metas de serviços e para a assinatura do documento”. Foram adquiridos equipamentos médico-hospitalares e cirúrgicos, móveis, camas e também instrumentais para cirurgias. 


  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • Ascom/ADR São Miguel do Oeste



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook

banner responsivo
banner responsivo

SIGA-NOS