BOLA EM JOGO: Inter e Grêmio vencem na Copa do Brasil

Bem marcado, Thaison teve uma atuação discreta Foto: Jhony Pinho/AGIF

Bem marcado, Thaison teve uma atuação discreta Foto: Jhony Pinho/AGIF

04/06/2021 - 01h51

Por Sergio Wathier
JRTV/São Miguel do Oeste

Mesmo sem jogar bem, o Inter venceu o Vitória (BA) por 1 a 0 e abriu vantagem para o jogo da volta da Copa do Brasil, no Beira Rio, na próxima semana. O primeiro tempo colorado foi de irritar o torcedor. Lentidão e falta de ofensividade marcaram os primeiros 45 minutos. A única chance de gol pertenceu aos donos da casa. O goleiro baiano não fez nenhuma defesa importante. Na etapa final, mesmo sem empolgar, o Inter chegou ao gol da vitória, com Galhardo cobrando pênalti. Convenhamos que é muito pouco se for levado em consideração a expectativa colorada para 2021.

A vitória encerra uma fase de maus resultados que já durava três jogos. Atenua também o clima no vestiário, que já começava a ficar tenso. Entretanto, ficou claro que os jogadores estão tendo muitas dificuldades para se adaptar ao esquema de Miguel Ángel Ramirez. Tanto é verdade, que alguns destaques do time, como Patrick e Edenilson, caíram muito de produção. Edenilson inclusive tem sido substituído nas últimas partidas. Patrick é outro que não está conseguindo render o futebol esperado. 

No Grêmio, garotada corresponde

Com vários desfalques, o Grêmio não teve maiores dificuldades para fazer 2 a 0 no Brasiliense no jogo de ida das oitavas da Copa do Brasil. No segundo duelo pode até perder por 1 a 0 que mesmo assim avançará de fase. Por causa da Covid-19 e da seleção olímpica, o time não contou com 7 titulares: Brenno, Rafinha, Diogo Barbosa, Matheus Henrique, Luiz Fernando, Diego Souza e Ferreirinha. Mas teve o retorno de Kannemann à zaga e de Jean Pyerre no meio de campo. O meia foi um dos melhores em campo. Outro destaque gremista foi o jovem Jonatha. 

A expectativa é pelo momento em que o Grêmio puder colocar em campo o time titular, com Brenno, Rafinha, Geromel, Kannemann e Diogo Barbosa; Tiago Santos, Matheus Henrique e Jean Pyerre; Douglas Costa, Diego Souza e Ferreirinha. Se der química, esta equipe reúne condições de brigar por título nas três competições que disputará ainda este ano. O presidente Romildo Bolzan tem dito que o tricolor ainda pode se reforçar para o Brasileirão, Copa do Brasil e Sul-Americana.

>>>PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP. 


  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • JRTV/Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook