Eskudlark anuncia R$ 100 milhões do Governo de SC para a BR 163
Deputado ainda anunciou R$ 200 milhões para a BR 470 e R$ 50 milhões para a BR 480.

FOTO: Eduardo G. de Oliveira/Agência AL

FOTO: Eduardo G. de Oliveira/Agência AL

04/06/2021 - 11h13

Mesmo sendo obras Federais, o Governador #CarlosMoisés, em conjunto com a bancada estadual não mediu esforços e derrubaram o veto da então Governadora Interina Daniela Reinehr, liberando assim R$ 350 milhões em recursos estaduais para as rodovias federais do Estado.

O trecho que compreende os municípios de São Miguel do Oeste e Dionísio Cerqueira é a pior rodovia de Santa Catarina segundo Eskudlark. “Sabemos que existem problemas de infraestrutura em todas as regiões, e que várias rodovias tanto federais quanto estaduais merecem atenção, mas a BR-163 tem urgência, também as BRs 470 e 480, eu percorro todas as rodovias de Santa Catarina e não tenho dúvidas em afirmar que a BR 163 é a pior de nosso Estado”, disse.

Mauricio Eskudlark explica que os projetos para liberação do dinheiro estadual são, na atualidade, os mais importantes para Santa Catarina. “Infelizmente temos tido pouco retorno do Governo Federal, em comparação com a quantidade de impostos que repassamos para a União, o Rio Grande do Sul por exemplo tem 1 bilhão em obras federais e Santa Catarina não chega a 200 milhões”, afirmou.

Audiência em Brasília

O deputado confirmou a informação recebida em reunião com o Governador Moisés esta semana, que o Ministro da infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas já foi contatado pelo Governo de Santa Catarina e o convênio deverá ser agilizado nos próximos dias para que as obras enfim sejam retomadas.

Eskudlark destacou também que em breve irá a Brasília com representantes do movimento #SOSBR163 também para audiências com o Senador Jorginho Mello, o Ministério da Infraestrutura e outros órgãos, o objetivo é cobrar a contrapartida de mais recursos do Governo Federal para que quando a obra seja retomada ela termine, e não pare por necessidade de maior volume de recursos.

>>>PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP. 


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook