Aumento de casos de coronavírus faz governo de SC suspender novamente parte das cirurgias eletivas

24/06/2020 - 12h06

Parte das cirurgias eletivas está suspensa novamente por 30 dias em Santa Catarina. O motivo é o crescimento no número de casos de coronavírus no Estado. A medida é válida para as operações de média e alta complexidade com uso de anestesia geral. A nova portaria da secretaria de Saúde entra em vigor nesta quarta-feira, 24 de junho. Casos de urgência ainda poderão ser feitos. Desde 20 de maio, os procedimentos haviam sido retomados no Estado.

A portaria traz pelo menos cinco justificativas relacionadas à evolução do coronavírus no Estado. O primeiro deles é a transmissão acelerada com o aumento de confirmações e internações nos hostpiais. Depois, os casos graves requerem tratamento nas UTIs, demandam ventilação mecânica e medicamentos.

A terceira justificativa aponta que os procedimentos anestésicos para as cirurgias eletivas de média e alta complexidade usam os memos remédios que os cuidados para o coronavírus. Diante da alta de demanda surge o quarto ponto: há desabastecimento dos medicamentos por conta da grande procura nacional e internacional.

Por fim, a secretaria determinou a suspensão dos procedimentos por conta da "necessidade de contingenciar os estoques hospitalares de fármacos anestésicos e bloqueadores neuro musculares para atendimento aos casos graves da COVID-19 e outros agravos que demandem por intubação traqueal e ventilação mecânica”.

Nos casos de cirurgias com anestesia local, a programação está mantida com metade dos atendimentos, como definido desde 20 de maio.

>>>Clique e receba notícias do JRTV Jornal Regional diariamente em seu WhatsApp.


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook