Chapecoense abraça campanhas de arrecadação de valores e suprimentos para a luta contra o Covid-19

26/02/2021 - 15h35

Há exatamente um ano, o Brasil registrou o primeiro caso de Covid-19. Desde então, com o decreto da pandemia, rotinas foram totalmente alteradas e milhares de vidas foram ceifadas. No Brasil, se instaurou um verdadeiro cenário de guerra e, nos últimos dias, esta também tem sido a realidade de Chapecó e de toda a grande região oeste. Com o aumento incontrolável do número de casos, o sistema de saúde entrou num verdadeiro colapso. Numa verdadeira corrida contra o tempo, autoridades e entidades têm se unido a fim de encontrar soluções que amenizem a situação. Diante disso, a Associação Chapecoense de Futebol - tantas vezes abraçada e apoiada pela comunidade - percebeu o seu dever de retribuir e contribuir.

Na manhã desta sexta-feira, o clube - através do seu Departamento Social - entregou R$ 2 mil reais em suprimentos para a enfermaria Covid instalada, de maneira emergencial, no Centro de Eventos a fim de desafogar as unidades de pronto atendimento - UPA - que estão lotadas. A agremiação também mobilizará o grupo de atletas e os seus colaboradores a fim de efetivar novas doações de talheres, potes com tampa, copos com tampa, marmitex e guardanapos (todos descartáveis) para as refeições dos pacientes internados na enfermaria de campanha, além de roupas de cama, toalhas, travesseiros e papel higiênico.

Além disso, o clube está engajado na divulgação da campanha SOS Chapecó e Região, promovida, também em caráter emergencial, pelo CEC - Centro Empresarial de Chapecó - e pelas entidades empresariais e industriais do município com o objetivo de levantar recursos para o tratamento de Covid-19 e para adquirir equipamentos e suprimentos médicos. Através das redes sociais oficias da agremiação - que acumulam, atualmente, mais de 5 milhões de seguidores, a Chape quer causar impacto a nível nacional e internacional e, deste modo, garantir ainda mais ajuda para a cidade. 

>>>PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP. 

Veja, abaixo, como contribuir: 



  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook