China aprova a construção do maior aeroporto do mundo no meio do mar

12/05/2021 - 10h57

No meio do mar, próximo da costa de Dalian, no norte da China, está tomando forma, pouco a pouco, aquele que será o futuro maior aeroporto offshore do mundo. O plano faz parte da ambição chinesa de fomentar o transporte aéreo para aquela região, reativando seu turismo e economia, enquanto, de fundo, se aproxima de assumir a liderança da aviação mundial, em número de voos e de passageiros.

Como relembra o South China Morning Post, a ideia do governo chinês é construir mais de 30 aeroportos de grande porte em todo o país até 2025, elevando a capacidade de passageiros para 2 bilhões, de acordo com a Comissão de Administração da Aviação Civil (CAAC).

Um desses colossos é o novo Aeroporto Internacional Dalian – Jinzhouwan, localizado na província de Liaoning, no nordeste do país, que será 2,7 vezes maior que o atual e terá capacidade para 43 milhões de passageiros por ano. Ele será construído em uma área de 21 milhões de metros quadrados um enorme aterro ao longo da costa. Outra curiosidade é que ele terá quase o dobro do tamanho do Aeroporto Internacional de Hong Kong. 

O aterro já está avançado, como mostra a imagem abaixo, obtida do Google Maps, mas a construção do aeroporto está prometida para ter início esse ano, segundo o plano aprovado recentemente pelo governo de Pequim. O projeto caminhava a passos lentos até aqui, em meio à pandemia e discussões sobre sua viabilidade, mas ele entrou para a lista de iniciativas estratégicas do país asiático.

O jornal chinês comenta que, em seu apogeu, Dalian foi pioneira na atração de investimentos estrangeiros e comércio internacional, sendo um destino de investimento de referência para fabricantes de eletrônicos japoneses e sul-coreanos, quando a China começou a abrir sua economia do final dos anos 1970.

No entanto, a crescente competição com outras cidades chinesas, assistiu à saída de exportadores estrangeiros devido aos custos crescentes, à escassez de mão de obra e ao risco geopolítico.

Por sua vez, o aeroporto atual de Dalian saiu da lista dos 20 principais na China em termos de volume de passageiros e carga em 2013. Em 2020, ele estava classificado em 40º atrás de outro aeroporto do nordeste na província de Harbin. No ano passado, viu 8,6 milhões de passageiros passarem por seus portões, uma queda de 57,2% em relação a 2019. O volume de carga também caiu 29,1% de 2019 para 122.951 toneladas métricas em 2020.

>>>PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP. 



  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook