Com 197 casos, governador prorroga quarentena por mais sete dias

29/03/2020 - 18h32

Santa Catarina tem 197 casos confirmados de coronavírus (Covid-19), sendo que destes, 16 pacientes estão na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). A informação foi dada, em vídeo, pelo governador Carlos Moisés na tarde deste domingo (29).

No último boletim divulgado neste sábado (28) eram 184 casos confirmados. Isto significa que o aumento no número de registros de um dia para o outro foi de 7,06%.

Moisés confirmou também a prorrogação da quarentena por mais sete dias. Com isso, o isolamento horizontal, que terminaria na próxima quarta-feira (1°), irá até o próximo dia 8, havendo, segundo o governador, flexibilizações para obras do poder público e civil.

Domingo de reuniões

Durante o período da manhã o governador realizou uma reunião com representantes de 21 associações de municípios do Estado e com a Fecam (Federação Catarinense de Municípios).

Moisés chamou a reunião de “muito produtiva”, onde, segundo ele, foram alinhadas novas medidas adotadas estabelecendo um canal entre os prefeitos para que os anúncios de novas medidas possam ser feitos apenas pela Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina.

“O objetivo é não ter uma série de notícias desencontradas e que possa ser feito um canal de notícias ao cidadão”, afirmou o governador.

Conforme Moisés, a ideia é que as medidas tomadas pelo Estado e pelos municípios sejam as mesmas. “Pretendemos que os municípios façam normas de repetição daquilo que o estado determina, ou que venham a aderir as medidas restritivas que Santa Catarina vai adotando através da autoridade sanitária do estado”, explicou.

Outra reunião foi realizada no período da tarde com o Tribunal de Justiça de Santa Catarina, Tribunal de Contas do Estado, Ministério Público de Santa Catarina, além da Assembleia Legislativa de Santa Catarina.

Bancos voltam a funcionar

Os bancos passarão a funcionar nesta semana com uma série de restrições. As orientações para funcionamento serão emitidas por portaria do Centro de Operação de Emergência em Saúde de Santa Catarina.

Por fim, o governador finalizou pedindo para as pessoas continuarem em suas casas. “Fique em casa, a gente não consegue recuperar as vidas humanas. A economia nós vamos recuperar, os empregos nós vamos recuperar, mas as vidas não conseguimos resgatar”, completou.

>>>Clique e receba notícias do JRTV Jornal Regional diariamente em seu WhatsApp.


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook

banner responsivo
banner responsivo

SIGA-NOS