De aniversário, Grêmio vence o Goiás por 3 a 0 na Arena e encosta no G-6

15/09/2019 - 21h10

Quarenta e cinco minutos. O Grêmio não precisou de mais do que isso para aplicar 3 a 0 no Goiás, neste domingo, na Arena, pela 19ª rodada do Brasileirão. Jean Pyerre, Everton e Alisson marcaram os gols da vitória. E com uma atuação de luxo, digna do "Parabéns a você" cantado pela torcida já antes do intervalo para festejar os 116 anos de história do Tricolor, completos neste 15 de setembro. Veja os melhores momentos:

Na tabela

O Grêmio encerra o primeiro turno com 28 pontos e na oitava colocação. O Goiás é 15º na tabela, com 21 pontos.

Próximos compromissos

O Grêmio abre o returno no próximo sábado, às 21h, quando enfrenta o Santos na Vila Belmiro. O Goiás, por sua vez, recebe o Fluminense no Serra Dourado no domingo, às 19h, pela 20ª rodada.

Os 90 minutos

O Grêmio definiu a vitória já nos 45 minutos iniciais. O Tricolor se impôs ao adversário e encurralou o Goiás em seu campo de defesa desde o primeiro minuto. O resultado? Um total de 18 finalizações e 61% de posse de bola em um massacre para construir uma vantagem de 3 a 0. Após muita pressão, Jean Pyerre abriu o placar com um golaço de fora da área, aos 27. Quatro minutos mais tarde, Everton mandou para as redes após jogada coletiva. Por fim, aos 44, Alisson marcou em lance revisado pelo VAR.

A vantagem e a superioridade gremistas transformaram o segundo tempo em mero protocolo. O Tricolor reduziu o ritmo, é verdade. Mas seguiu no controle do jogo, sem correr grandes riscos. A equipe de Renato Gaúcho quase ampliou em lances com Jean Pyerre, Everton e Luan. Mas a conta foi fechada no primeiro tempo de luxo.

45 minutos de belos gols

A supremacia gremista no primeiro tempo se traduziu não apenas em gols, mas em pinturas. Jean Pyerre que o diga. O meia esbanjou categoria para abrir o placar, aos 28, com um chute colocado em curva para acertar o ângulo após desvio na trave – como se tivesse colocado com as mãos. Quatro minutos mais tarde, aos 31, Everton finalizou forte após construção coletiva. Alisson ainda fechou a conta do primeiro tempo aos 44: recebeu de Cortez dentro da área e colocou na gaveta.


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook

banner responsivo
banner responsivo

SIGA-NOS