Deputado reforça pedido de um Centro do HEMOSC para São Miguel do Oeste

07/05/2021 - 11h11

O deputado Coronel Mocellin voltou a cobrar, junto ao Hemosc, a instalação de uma unidade de distribuição e coleta de sangue em São Miguel do Oeste. Foi durante reunião com diretora-geral Maria Daniela Périco Colombo, nessa terça-feira, em Florianópolis. A diretora manifestou apoio ao pleito e informou que o primeiro passo é encontrar um local apropriado para a unidade. A demanda, foi levantada pela Acismo (Associação Empresarial de São Miguel do Oeste), em oficio encaminhado ao deputado dia 28 de abril.

Na oportunidade, Mocelin reforçou a solicitação da entidade, de que hoje o doador de sangue precisa se deslocar de São Miguel do Oeste  até Chapecó, o que dificulta a realização das doações por conta da logística e tempo. "O Extremo Oeste tem que ser autossuficiente em saúde. É uma demanda antiga da população, dos governos e, especialmente dos profissionais de saúde", destacou Mocellin. Ele lembra que o acesso fácil e rápido a um banco de sangue pode fazer toda a diferença na hora de salvar a vida de quem sofre um acidente, passa por uma cirurgia ou está fazendo um tratamento de saúde.

Conforme o presidente Daniel Rodrigo de Souza, com a pandemia houve uma diminuição nas doações de sangue, deixando os estoques em nível de alerta, o que é preocupante. “Uma única doação pode salvar várias vidas. A doação de sangue só é possível graças à disponibilidade de pessoas que queiram ajudar outras pessoas. Por isso, é preciso contar com a solidariedade da população para manter em níveis adequados os estoques nos Hemocentros”, destaca.

Segundo ele, no oficio a Acismo defende que a instalação de um Centro do HEMOSC em São Miguel do Oeste, é de suma importância, pois irá ajudar muito na coleta das doações. “Somos cidade polo e consequentemente os municípios aos arredores também poderão estar realizando suas doações aqui, facilitando a acesso, e aumentando os estoques do Hemocentro de Chapecó”, reforça.

>>>PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP. 


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook