Frigorífico de Frederico Westphalen retoma produção na próxima semana

Indústria nesta fase inicial deve abater cerca de 300 cabeças/dia

Indústria nesta fase inicial deve abater cerca de 300 cabeças/dia

11/08/2019 - 12h34

A planta que pertencia a JBS em Frederico Westphalen/RS deve ser repassada para outra marca que pertence a um grupo de investidores do exterior, entre eles da China, mas que possui administradores brasileiros e pessoas que conhecem a região para gerir o negócio.

Conforme o secretário municipal de Agricultura de Frederico Westphalen, Cléber Cerutti, o abate de suínos está previsto para recomeçar na segunda-feira (12), com cerca de 300 cabeças/dia.

“A ideia é aumentar a produção gradativamente a qual poderá alcançar até 2 mil animais dia”, explicou.

A empresa deve manter a marca Adelle, mas este anúncio deverá ser feito nos próximos dias.

Cerca de 250 empregos devem ser criados nesta primeira fase. Os interessados precisam procurar a sede da empresa para seleção.

Representantes do grupo já promoveram reuniões com a administração municipal em busca de parcerias, e o município se colocou à disposição para contribuir.

Segundo informações, a planta serviria para exportação de carcaças de suínos, mas uma parte do frigorífico seria reservada para industrialização de produtos. Novas câmaras frias devem ser instaladas para ampliar a capacidade de estocagem.

Investimentos na criação de suínos junto aos integrados, bem-estar dos funcionários e a construção de uma moderna fábrica de rações estariam nos planos da empresa.


  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • Folha do Noroeste



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook