Grêmio goleia o Atlético-MG, passa o Inter e entra no G-6

14/10/2019 - 00h33

Mais uma vez, o Grêmio se sentiu confortável jogando no Independência. Palco de outras vitórias importantes do Tricolor, inclusive a goleada sobre o Cruzeiro neste Brasileirão, a equipe voltou a triunfar, dessa vez sobre o Atlético-MG, por 4 a 1, na noite deste domingo. Com o resultado, a equipe de Renato Portaluppi entrou de vez no G6 do Brasileirão.

Os gols foram marcados por Galhardo, em grande falha do goleiro Wilson, por Maicon, de pênalti, Pepê e Alisson, já nos acréscimos. O gol solitário do Atlético-MG foi marcado também de pênalti, por Di Santo.

Após a vitória, o Grêmio ultrapassou o rival Inter e garantiu o ingresso no G6, subindo para a sexta colocação, com 41 pontos. O Tricolor volta a campo na quarta-feira, às 19h15min, contra o Bahia, na Arena.

Falha do goleiro e dois pênaltis na etapa inicial

Mesmo fora de casa, o Grêmio foi quem comandou as ações no início do confronto. E, logo antes dos 10 minutos da etapa inicial, criou duas boas chances no mesmo lance. Em bola cruzada rasteira da direita por Galhardo, a defesa do Atlético-MG bateu cabeça e a bola quase parou no fundo do gol. Na sequência, a bola sobrou para Luan, que bateu de fora da área, obrigando Wilson a fazer boa defesa.

A partir do susto inicial, o Atlético melhorou no jogo e, antes dos 20 minutos, já havia criado quatro boas chances de marcar. A melhor delas ocorreu aos 17 minutos, após boa troca de passes dos jogadores do Galo pelo setor esquerdo de ataque. Di Santo e Luan tabelaram, e o atacante recebeu livre quase na pequena área, finalizando forte e obrigando Paulo Victor a fazer grande defesa, à queima roupa.

E quando o Atlético-MG era superior, foi o Grêmio que chegou ao gol, contando com falha incrível do goleiro Wilson. Galhardo recebeu passe esticado quase na linha de fundo, no lado direito e, para evitar o tiro de meta, cruzou de carrinho. O goleiro Wilson se atrapalhou na tentativa de segurar a bola, deixou ela tocar na trave e entrar, em um frango no Independência.

Pressionado na tabela, o Atlético sentiu o gol. E não demorou muito para o Grêmio ampliar. Bruno Cortez fez boa jogada pela esquerda, invadiu a área passou por Patric e acabou puxado por Luan. O árbitro confirmou o pênalti, cobrado e convertido com categoria por Maicon, para marcar 2 a 0 no placar.

Antes do intervalo, novo pênalti, dessa vez a favor do Atlético-MG. Já nos acréscimos, aos 47 minutos, o VAR entrou em ação para flagrar um empurrão do lateral Galhardo nas costas de Luan. Com intervenção do VAR, que observou o lance, o árbitro marcou o pênalti, e o atacante Di Santo cobrou com categoria para descontar e diminuir o prejuízo do Galo.

Grêmio amplia e administra no segundo tempo

O técnico Renato Portaluppi fez uma troca no segundo tempo. Galhardo, que estava sentindo dores, deu lugar a Paulo Miranda. A troca ocorreu com o objetivo de testar o jogador na lateral direita, por conta dos problemas recentes no setor, com Léo Gomes machucado e Léo Moura com dificuldades físicas.

 

Mas não demorou muito para o Grêmio voltar a abrir vantagem de dois gols. Logo a 2 minutos, Pepê tabelou com André e recebeu de volta na entrada da área. Ele venceu a marcação para sair na cara do goleiro Wilson e, com categoria, dar um toque por cobertura para fazer 3 a 1 na Arena Independência.

Em vantagem outra vez, o Grêmio seguiu sendo superior. O Atlético-MG passou a ter ainda mais dificuldades de ficar com a bola, enquanto o Grêmio passou a exercer seu domínio. Com Luan flutuando em todos os setores, buscou jogo o tempo todo, sendo um dos melhores em campo pelo lado Tricolor.

E foi justamente Luan quem dificultou de vez a vida do Atlético-MG. Em jogada individual, o meia foi pisado no tornozelo por Cazares. Após consulta ao VAR, o árbitro optou por aplicar o cartão vermelho direto para o meia do Galo, deixando a equipe com um a menos.

Com um a mais, a superioridade ficou ainda mais escancarada. Com Luciano no comando de ataque, o Grêmio manteve a bola e segurou o jogo até o apito final. No último lance do jogo, ainda houve tempo de Alisson fechar o placar em 4 a 1, garantindo a goleada Tricolor e o ingresso no G6 do Brasileirão.

Campeonato Brasileiro - 25ª rodada

Atlético-MG 1

Wilson; Patric, Rever, Igor Rabello e Hulk; Nathan, Elias (Geuvânio), Marquinhos (Vinicius Goes), Cazares e Luan; Di Santo (Alerrandro). Técnico: Rodrigo Santana

Grêmio 4

Paulo Victor; Galhardo (Paulo Miranda), Geromel, David Braz e Cortez; Michel, Maicon, Alisson, Pepê e Luan; André (Thaciano). Técnico: Renato Portaluppi

Gols: Galhardo (33/1T), Maicon (43/1T), Pepê (2/2T) e Alisson (49/2T); Di Santo (47/1T)

Cartões amarelos: Luan, Geuvânio e Cazares (Atlético-MG); André (Grêmio)

Cartão vermelho: Cazares (Atlético-MG)

Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)

Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)


  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • Correio do Povo



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook