Inter recebe Independiente Medellín em busca da liderança do Grupo E da Sul-Americana

Foto: Ricardo Duarte / Inter / CP

Foto: Ricardo Duarte / Inter / CP

17/05/2022 - 11h20
O resultado não foi o melhor, mas a atuação do time colorado diante do Corinthians, sábado à noite, encheu a torcida de esperança. Jogando contra um adversário qualificado, o Inter teve repertório ofensivo e foi firme na marcação, estreando um novo sistema de jogo. Empatou por 2 a 2, mas mostrou reação. O problema é que, para a partida contra o Independiente Medellín, nesta terça-feira à noite no Beira-Rio, Mano Menezes não contará com Alan Patrick, meia que foi o fiador das mudanças táticas treinadas durante a semana e estreadas diante do Corinthians.

O jogador, que acaba de voltar ao Inter depois de quase uma década, foi contratado após o período de inscrições na fase de grupos da Copa Sul-Americana. Ou seja, só poderá atuar no torneio se o Inter chegar às oitavas de final. Mano, por isso, buscará entre os jogadores à disposição alguém que possa exercer a função. O principal cotado é Maurício. Pedro Henrique, que seria outra opção, também não está inscrito na Sul-Americana.

Maurício é o favorito, mas suas características são bem diferentes das de Alan Patrick. Por isso, o técnico examina outras possibilidades. Uma delas é reforçar o setor ofensivo com a entrada de mais um atacante, que poderia ser Caio Vidal, Alexandre Alemão ou até Wesley Moraes. O problema é que a substituição de Alan Patrick, que é um meia de chegada na área adversária, por um atacante fatalmente mexeria na mecânica de jogo que deu certo. 

Apesar da evolução recente, o Inter vive um jejum de vitórias. São quatro empates consecutivos, que frearam a ascensão do time na tabela do Brasileiro e complicaram a sua classificação para a próxima fase da Sul-Americana. Se conquistar os três pontos e o Guaireña não vencer o 9 de Octubre, no Equador, nesta terça-feira, às 21h, o Inter chegará à última rodada liderando o grupo.

Provável time do Inter
Daniel; Fabricio Bustos, Bruno Méndez, Vitão (Gabriel Mercado) e Renê; Rodrigo Dourado, Edenilson, De Pena e Maurício (Alemão); Wanderson e David. Técnico: Mano Menezes.

  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • Correio do Povo
  • busca rápida



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook