Inter sai na frente, mas sofre com apagão e perde de virada para o Deportivo Táchira

Inter deixou escapar a grande oportunidade de encaminhar sua classificação

Inter deixou escapar a grande oportunidade de encaminhar sua classificação

11/05/2021 - 21h44

O Inter foi melhor no primeiro tempo, abriu o placar cedo na segunda etapa com Thiago Galhardo, de pênalti... E parou. Melhor para o Deportivo Táchira. O Colorado viu a equipe venezuelana crescer na partida e cedeu à pressão com uma derrota de virada por 2 a 1 nesta terça-feira, no Estádio Pueblo Nuevo, pela 4ª rodada do Grupo B da Libertadores. Nelson Hernández e Cova marcaram os gols da vitória dos donos da casa.

Na tabela

Mesmo com a derrota, o Inter segue na liderança do Grupo B, com seis pontos, graças ao saldo de gols. O Deportivo Táchira também chega a seis pontos, mas é terceiro colocado também devido ao saldo de gols.

Agenda

O Inter agora respira o Gr-Nal do domingo, às 16h, no Beira-Rio, pelo jogo de ida da final do Gauchão. Pela Libertadores, o Colorado volta a campo na quinta-feira da próxima semana, às 21h, quando enfrenta o Olimpia no Defensores del Chaco. O Deportivo Táchira, por sua vez, recebe o Always Ready no Pueblo Nuevo na quarta-feira, às 23h.

Primeiro tempo

O Inter se impôs mesmo fora de casa e assumiu o controle da partida desde o início. A equipe encerrou o primeiro tempo com 64% de posse de bola e chances criadas para abrir o placar. O ataque com Yuri Alberto pela esquerda e Thiago Galhardo na referência povoou a área com dois jogadores de referência. E as jogadas pela esquerda fluíram com Moisés. Foram três chances criadas por esse caminho. O Deportivo Táchira levou perigo apenas uma vez, com Gondola. O meia foi acionado às costas da zaga e, livre na cara de Marclo Lomba, chutou para fora.

Segundo tempo

Após tanto se impor a primeira etapa, o Inter abriu o placar logo aos 6 do segundo tempo, com Thiago Galhardo, de pênalti. A partida parecia sob controle, mas o Colorado parou em campo. E o Deportivo Táchira aproveitou. Dentro de casa, a equipe venezuelana passou a pressionar e empilhou chances de gol. Marcelo Lomba salvou três vezes, e Rodrigo Dourado também afastou uma finalização quase sem cima da linha.

O ímpeto venezuelano resultou em gols após falhas defensivas do Inter. Na primeira, Nelson Hernández entrou na área, e a defesa colorada parou. Zé Gabriel tentou afastar e acabou dando uma assistência para o meia rival. Depois, Edenílson falhou ao tentar proteger a bola para a saída de Marcelo Lomba, que acabou cometendo pênalti por chegar atrasado. Cova converteu e decretou a virada.

>>>PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP. 


  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • GE/RS



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook