Mesmo a situação tendo maioria, presidência da Câmara é uma incógnita

Ex-prefeito Gica retoma sua carreira política agora como vereador

Ex-prefeito Gica retoma sua carreira política agora como vereador

17/11/2020 - 11h24

O próximo presidente da Câmara de Vereadores será eleito somente dia 1° de janeiro, durante a sessão solene de posse dos eleitos no domingo. Mas a questão desde já gera grande expectativa. Mesmo com os governistas fazendo a maioria, ainda é cedo pra afirmar que o comando do Legislativo será de um dos três partidos que devem dar sustentação ao prefeito reeleito Wilson Trevisan. 

Em princípio, a coligação que elegeu Trevisan colocou 7 representantes na Câmara, sendo cinco do PSD - Paulo Drumm, Bonora, Ravier Centenaro, Marli da Rosa e Elias Araújo -, um do PSL - Vagner Passos -, e um do PDT - Vanirto Conrad. Com cinco cadeiras e com maioria, seria natural se os governistas elegessem alguém do PSD. Só que o quadro é um pouco mais complicado do que parece. 

Consta que o relacionamento entre os vereadores reeleitos Vanirto Conrad e Vagner Passos com o prefeito Wilson Trevisan não é dos melhores. Passos, fruto de seu descontentamento com o governo, desligou-se do PSD e filiou-se ao PSL. Quis o destino, porém, que ele se reelegesse pela coligação que apoiou o prefeito. 

Por isso surgem inúmeras indagações. Como por exemplo: Qual será a postura do peesselista em relação a presidência da Câmara? Vanirto buscará uma aproximação com Trevisan ou deve adotar uma postura neutra no Legislativo? 

O bloco que deve ser de oposição conta com dois vereadores do MDB - Moacir Fiorini e Carlos "Tatú" Agostini -, um do PP - Gilmar "Gica" Baldissera -, um dos PSDB - Cris Zanatta Massaro -, um do PL - Nini Scharnoski -, e um do PT - Maria Tereza Capra.

A única novidade entre os seis vereadores teoricamente de oposição, é Carlos Agostini. Os demais já tem grande experiência política. Gica, por exemplo, já foi prefeito. Fiorini, Cris e Nini já exerceram mandato de vereador. E Maria Tereza foi eleita pela terceira vez consecutiva. Bagagem é o que não vai faltar para esses edis realizarem um bom trabalho no Legislativo.

>>>Clique e receba notícias do JRTV Jornal Regional diariamente em seu WhatsApp.


  • por
  • Jornal Regional
  • FONTE
  • JRTV/Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook