Mortos por coronavírus no mundo chegam a quase 60 mil

04/04/2020 - 11h12

O novo coronavírus deixou pelo menos 59.456 mortos no mundo desde que apareceu em dezembro. O dado consta no balanço feito pela AFP com base em fontes oficiais, neste sábado (4), às 9h (horário de Brasília). Desde o início da epidemia, foram registrados mais de 1.122.320 de casos de contágio em 190 países ou territórios.

O número de casos com Covid-19 reflete, porém, apenas uma parte da totalidade dos contágios, devido às diferentes políticas estabelecidas em cada país para diagnosticá-los. Alguns países contabilizam apenas as pessoas que tiveram necessidade de internação. De acordo com autoridades de saúde, até agora, ao menos 211.600 pessoas foram curadas da doença.

O número de mortos na Itália, onde o primeiro óbito ligado ao vírus foi registrado no final de fevereiro, chega a 14.681. O país registrou 119.827 contágios. O governo italiano contabiliza que 19.758 pessoas conseguiram se curar.

Depois da Itália, os países mais afetados pelo coronavírus são: Espanha, com 11.744 mortos e 124.736 casos; Estados Unidos, com 7.159 mortos e 278.458 casos; França, com 6.507 mortos e 83.165 casos; e Reino Unido, com 3.605 mortos e 38.168 casos.

A China continental (sem contar Hong Kong e Macau), onde a epidemia explodiu no final de dezembro, tem 81.639 pessoas contaminadas. Deste total, 3.326 faleceram, e 76.755 se recuperaram plenamente. Nas últimas 24 horas, foram registrados 19 novos casos e quatro mortes.

Em número de casos, os Estados Unidos são, hoje, o país mais afetado, com 278.458 contaminações oficialmente diagnosticadas, entre elas 7.159 óbitos e 9.772 pessoas curadas.

Neste sábado, até as 8h (horário de Brasília) e desde o começo da pandemia, a Europa somava 43.146 mortos, com 603.778 contágios; Estados Unidos e Canadá, 7.325 (290.219); Ásia (115.730); Oriente Médio, 3.612 (70.731); América Latina e Caribe, 885 (27.713); África, 332 (7.744); e Oceania, 33 (6.407).

Este balanço foi feito com base em dados dos governos nacionais compilados pelas redações da AFP e com informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

>>>Clique e receba notícias do JRTV Jornal Regional diariamente em seu WhatsApp.


  • por
  • Jornal Regional



DEIXE UM COMENTÁRIO

Facebook

banner responsivo
banner responsivo

SIGA-NOS